Assessoria de Lenildo diz que acionou Justiça sobre suposta proposta indecente que empresário teria feito ao candidato Ramonilson Alves



A assessoria da Coligação Sou Patos (PT, PDT, PSol, MDB e Avante) divulgou que a referida coligação quer que o candidato a prefeito pelo Patriotas, o juiz aposentado Ramonilson Alves, abra o seu jogo sobre uma suposta proposta indecente que teria recebido ao lhe ofertarem R$ 500 mil pela vaga de vice. Por isso teria impetrado com uma ação na justiça.

Segundo a coligação encabeçada pelo candidato Leinildo, o juiz tornou público a suposta tentativa de suborno, no programa Hora do Muído, do jornalista Jamerson Ferreira, transmitido ao vivo pelo Facebook, no dia 21 de julho de 2020, quando ainda era pré-candidato.

Na ação, os a coligação diz que houve o caráter omisso, conivente e negligente da postura do candidato que é advindo do judiciário. Ramonilson não denunciou oficialmente o crime que sofreu nem os criminosos.

Para os representantes da Coligação Sou Patos, denunciar crimes como esse que o juiz divulgou seria obrigação de quem militou e conhece os direitos e deveres da esfera jurídica.

Patosonline com informações da Coligação de Lenido Morais