Artista Patoense apresenta pesquisa de mestrado na UFRN sobre o uso de Gibis nas aulas de Arte



Com o objetivo de propagar o uso da arte sequencial na educação, o artista visual e professor patoense Junior Misaki defendeu nesta segunda, dia 31, uma pesquisa de mestrado intitulada: “Quadrinizando nas aulas de Arte: uma proposta pedagógica do uso das Histórias em Quadrinhos nos anos finais do ensino fundamental” que ressaltou contribuições relevantes para educadores deste eixo temático.

A pesquisa foi realizada na Escola Estadual Santa Terezinha localizada na cidade de São Joao do Sabugi (RN), onde o professor faz parte do quadro efetivo que culminou no resultado de um trabalho dissertativo apresentado ao Programa de Mestrado em Ensino de Arte da UFRN. Esta dissertação foi o resultado de uma proposta pedagógica realizada com a turma do 9º ano do ensino fundamental, da instituição, que desenvolveram saberes sobre a linguagem dos quadrinhos, durante o processo de aprendizagem nas aulas de Arte.

“A prática de ler gibis infelizmente é deixada pela maioria das pessoas ainda na infância. O universo dos quadrinhos é gerenciado por inúmeros gêneros, para todos os tipos e gostos. Os livros didáticos na educação básica ainda trazem de forma tímida conteúdos voltados a esta linguagem, muitas vezes abordando apenas a parte textual das letras e palavras, e esquecendo que uma imagem também pode ser considerada uma leitura e interpretar vários contextos visuais”, ressaltou.

Em 2011, na Escola Municipal Antônio Guedes, na cidade de Patos (PB) o educador teve a sua primeira experiência como monitor de Histórias em Quadrinhos no Programa Mais Educação.  “Foi uma experiência que me desafiou tanto na didática quanto as dificuldades que encontrávamos para realizar as oficinas no espaço, eu lembro que a escola não tinha uma infraestrutura adequada, e as aulas de HQ eram realizadas muitas vezes em baixo de uma árvore, sob um chão batido de barro com pouquíssimos recursos”, comentou.

O trabalho foi examinado pela banca composta por a Professora Dra. Arlete dos Santos Petry (UFRN), o Professor Dr. Erinaldo Alves do Nascimento (UFPB) e o Professor Dr. Rubens Elias da Silva (Ufopa) com orientação do Professor Dr. Rodrigo Montandon Born (UFRN). Além da pesquisa dissertativa, o projeto ainda gerou dois produtos, um almanaque realizado pelos os seus alunos com a temática dos direitos dos animais intitulado “Novos Olhares” e um guia didático de “professor para professor”, que configura o mesmo título da sua pesquisa. Este projeto recentemente foi seminalista no concurso nacional “Arte na Escola Cidadã” que premia anualmente os projetos que são destaques em todo o país, com parceria do In stituto Arte na Escola. 

Junior Misaki começou o seu interesse pelos quadrinhos ainda na infância, onde na sua primeira graduação em Comunicação Social, onde em 2007 já pesquisava a influência dessa mídia sobre a arte cinematográfica contemporânea, e as suas adaptações para obras da sétima arte. Graduado também em Artes Visuais e Pedagogia, tem se dedicado a pesquisa no ensino de Arte nos últimos anos. O produto pedagógico será disponibilizado em breve, de forma gratuita pela plataforma do programa Prof-Artes.




Em cumprimento à Legislação Eleitoral, o Portal Patosonline.com não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2020 se encerrarem.