Politica

Após exclusão do projeto que criaria o Instituto Federal do Sertão, Wilson Filho mobiliza ALPB e recolhe assinaturas de deputados para pressionar MEC

Esta ação do deputado estadual Wilson Filho conta com o apoio do deputado federal Wilson Santiago, que na tarde da última quinta-feira, 21 de outubro, protocolou uma carta subscrita pelos 12 deputados federais e 3 senadores que fazem parte da bancada federal paraibana no Congresso Nacional.

ÓTICAS GUIMARÃES

O deputado estadual Wilson Filho iniciou uma mobilização junto a Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), com o objetivo de pressionar o Governo Federal a repensar a decisão de exclusão do projeto de desmembramento do Instituto Federal da Paraíba que criaria o Instituto Federal do Sertão.

Esta ação do deputado estadual Wilson Filho conta com o apoio do deputado federal Wilson Santiago, que na tarde da última quinta-feira, 21 de outubro, protocolou uma carta subscrita pelos 12 deputados federais e 3 senadores que fazem parte da bancada federal paraibana no Congresso Nacional.

A decisão de exclusão do projeto que criaria o IF Sertão, foi tomada na última quarta-feira, 20 de outubro, em audiência pública realizada na Comissão de Finanças, Fiscalização e Controle da Câmara dos Deputados. Nela o Ministro da Educação, Milton Ribeiro, anunciou a criação de apenas seis Institutos Federais de Ensino Superior (IFES), deixando de fora a Paraíba, após recusa da reitoria do IFPB que tomou posição contrária ao desmembramento que criaria o Instituto Federal do Sertão da Paraíba.

Wilson Filho lembra que a luta pela criação do Instituto Federal do Sertão é antiga e teve início ainda em 2014, quando ele exercia o cargo de deputado federal: “Na época exercia o cargo de deputado federal e apresentei o projeto de lei. Em 2019, o deputado federal Wilson Santiago apresentou novamente. Chegou a hora de toda a classe política se unir em prol dessa causa e espero que a Assembleia Legislativa da Paraíba demonstre o seu apoio.”

Segundo Wilson Filho, a implantação do Instituto Federal da região irá melhorar a qualidade da gestão de ensino e pesquisa:  “O IF do Sertão será essencial para ampliar as oportunidades para os estudantes da região e proporcionará o desenvolvimento de toda a região.”

Atualmente o Instituto Federal da Paraíba conta com 21 campi e tem mais de 30 mil alunos. A proposta visa desmembrar do Instituto Federal da Paraíba que administrará 14 campi, enquanto que a nova reitoria do IFSPB administrará os campi de Cajazeiras, Catolé do Rocha, Itaporanga, Patos, Princesa Isabel, Santa Luzia e Sousa, passando a compor o IFSPB.

Diário do Sertão/Com edições de Patosonline.com

Mostrar mais
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios