Locais

Após estudante da EECIT Lynaldo Cavalcanti, em Patos, contrair meningite, Secretaria de Saúde e unidade escolar estão em alerta

A adolescente está em observação em decorrência da gravidade da doença. Além dela, outro estudante também está sob observação, pois apresentou sintomas parecidos com a da colega.

ÓTICAS GUIMARÃES

Na manhã desta sexta-feira, dia 11 de novembro, a Secretaria de Saúde de Patos confirmou que uma estudante da Escola Estadual Cidadã Integral Técnica de Patos Lynaldo Cavalcanti (EECIT), localizada no bairro do Mutirão, setor sul da cidade, contraiu meningite.

A adolescente está em observação em decorrência da gravidade da doença. Além dela, outro estudante também está sob observação, pois apresentou sintomas parecidos com a da colega.

Diante da situação, a comunidade escolar está apreensiva, pois a doença é contagiosa e as outras pessoas que tiveram contato com a jovem devem ser observadas, com o intuito de evitar novos casos e a proliferação da doença, que é endêmica e pode ser contraída por por bactérias, vírus, parasitas ou fungos.

A comunidade aguarda orientações do setor epidemiológico da Secretaria Municipal de Saúde e estuda-se a possibilidade de vacinação contra a doença aos que tiveram contato com a estudante acometida pela meningite.

A meningite é caracterizada por um processo inflamatório das meninges, membranas que revestem o encéfalo e a medula espinhal. Em geral, a transmissão é de pessoa para pessoa, através das vias respiratórias, por gotículas e secreções do nariz e da garganta. Também ocorre transmissão através da ingestão de água e alimentos contaminados e contato com fezes.

A meningite, dependendo do tipo, pode causar: febre, dor de cabeça, rigidez na nuca, mal-estar, enjoo, vômito, sensibilidade extrema à luz e confusão mental. Em casos ainda mais graves, ainda é possível que a vítima da meningite passe a ter tremores, convulsões, delírio e até entrar em estado de coma.

Patosonline.com

Com informações de Polêmica Patos


Mostrar mais
Botão Voltar ao topo