Após 16 anos de vitória grupo comandado por Gayoso sofre derrota em Santa Terezinha



A eleição municipal desse ano trouxe mudança em vários municípios da região polarizada por Patos. Em Santa Terezinha (distante a 20 Km da Capital do Sertão), o grupo comandado pelo ex-prefeito José Afonso Gayoso Filho (foto), sofreu a primeira derrota após 4 (quatro) vitórias consecutivas.

José Afonso foi o responsável por tirar a prefeitura do comando de outro grupo que dirigiu aquele município por um longo período (o grupo Cabral governou Santa Terezinha por 14 anos).

José Afonso derrotou o candidato do grupo Cabral (comandado pelo ex prefeito Naíde Cabral) em 1996, em seguida foi reeleito em 2000. Em 2004 conseguiu eleger o médico e amigo Rui Pontes, embora tenha rompido com o mesmo logo em seguida. Em 2008, após longa batalha tentando ser candidato, José Afonso lançou seu fiel escudeiro Davi Cordeiro (então vereador), conseguindo derrotar o então prefeito Rui Pontes e José de Arimateia. Os dois disputavam o comando do Executivo daquele município, completando assim, 16 anos de vitórias consecutivas.

O que aconteceu com Rui Pontes, se repetiu com Davi Cordeiro, José Afonso rompeu com Davi pouco depois do êxito na disputa. Esse ano (2012), impedido de ser candidato por força da Lei da Ficha Limpa, Gayoso lançou o nome da filha Cecília, conseguindo atrair para vaga de vice seu ex rival Rui Pontes, que colocou o nome do filho, Romero Pontes, com vice na chapa encabeçada por Cecília.

A união de forças não foi exitosa, sendo derrotada por Arimateia Camboim, atual prefeito eleito. Esse fato encerrou 16 anos de vitórias seguidas do grupo Gayoso em Santa Terezinha.

Arimateia ainda conseguiu derrotar outra união. A força formada pelo atual prefeito, Davi Cordeiro (PSDB), e o grupo Cabral, comandado por Naíde, que indicou esse ano, o vice na chapa de Davi (ex prefeito Demétrius). Essa força, ainda conseguiu atrair de última hora o Partido dos Trabalhadores de Santa Terezinha, que deixou o grupo de Arimateia e se juntou ao grupo de Davi e Naíde, porém não obtiveram êxito na disputa.

Patosonline.com