Após 106 dias sem missas presenciais, Catedral de Patos reabre as portas com medidas de segurança para fieis



A Catedral Diocesana de Patos – Igreja de Nossa Senhora da Guia –  reabriu na noite de quinta-feira (02) após 106 dias fechada por conta da pandemia do novo coronavírus. Idosos e crianças ainda estão dispensados da participação física, aos demais, a presença só por agendamento na secretaria paroquial. Na cidade, das nove paróquias, oito já retornaram.

Um vídeo publicado na rede social mostra algumas medidas adotadas pela igreja para evitar que os fieis sejam contaminados. Além do distanciamento entre as pessoas na entrada e nos bancos, a catedral ainda disponibilizou na entrada dispenser de álcool. Todos que participaram da missa, compareceram com máscaras, assim como todos que estavam na equipe de organização da missa.

Os nomes dos participantes também foram conferidos na lista de agendamento. A temperatura de cada um foi verificada na entrada da igreja e em cada banco, sentada uma ou duas pessoas. De acordo com o pároco da Catedral, padre Joácio Nóbrega, 30% dos fieis poderiam participar da missa, porém, apenas 70% do percentual ofertado decidiram ir a igreja. “Muitos ainda estão receosos em participar. É tanto que nem completou a quantidade que poderia participar”, frisou.

Das nove paróquias na cidade de Patos, apenas uma ainda não retornou, que é a que fica em Jatobá – onde há vários casos da doença. Nas redes sociais da Igreja de Nossa Senhora da Guia há orientações para os fieis que ainda estão em dúvida. Ainda de acordo com o padre Joácio Nóbrega, a igreja entrou em recesso no dia 19 de março.

Clicpb