Esportes

Apesar de tarde inspirada de Mauro Iguatu, Nacional de Patos joga mal e perde para o São Paulo Crystal por 1 a 0

Com a vitória sobre o Naça e o empate entre Botafogo-PB e Campinense, o São Paulo Crystal assumiu a liderança do Campeonato Paraibano, chegando aos 6 pontos.

ÓTICAS GUIMARÃES

O Nacional de Patos entrou em campo novamente na tarde deste domingo, dia 15 de janeiro, para seu segundo compromisso no Campeonato Paraibano 2023 diante da equipe do São Paulo Crystal, no estádio Carneirão, em Cruz do Espírito Santo, válido pela 3ª rodada.

Em partida pouco inspirada e sem muitas chances de ataque, o Verdão Maravilha saiu derrotado por 1 a 0, com gol de Wlademir, aos 33 minutos do segundo tempo, garantindo os 3 pontos para o Carcará.

Com relação a última partida, Lamar mudou apenas uma peça de ataque, entrado Jó Boy no lugar de Charles, e foi a campo com: Mauro Iguatu, Gutti, Yuri Mamute, Juan, Moreilândia, Arthurzinho, Doda, Juninho Paraíba, Diego Dentinho, Esquerdinha e Jó Boy.

Robson Ferreira, técnico interino do São Paulo Crystal, escalou as seguintes peças: João Manoel, Adryel, Augusto Pedra, Ricardo, Matheus Guará, Patrick, Juninho, Fellipe Pires, Almir, Rickelme e Henrique.

Resumo do jogo

O Verdão Maravilha entrou em campo muito apático na primeira etapa e graças ao goleiro Mauro Iguatu não sofreu gols. O guarda-redes apareceu bem em pelo menos quatro oportunidades de perigo do ataque do Carcará. Uma baixa para o técnico Lamar no primeiro tempo foi o atacante Diego Dentinho, que saiu machucado e deu vaga a Welligton.

Na segunda etapa, Lamar mudou o esquema tático e o Naça esboçou uma reação.

O jogo ficou mais movimentando no início do segundo tempo e logo aos 3 minutos o Canário quase abre o placar. Welligton ficou cara a cara com o goleiro João Manoel, chutou no alto, mas o arqueiro do Carcará fez grande defesa e impediu o gol do Verdão Maravilha.

O jogo ficou lá e cá, e aos 8 minutos o São Paulo Crystal teve uma grande chance de abrir o placar, mas Henrique desperdiçou. Apesar do ímpeto inicial, o Nacional não conseguiu se manter com perigo no ataque e o São Paulo Crystal voltou a pressionar, esbarrando novamente em Mauro Iguatu.

Aos 33 minutos, após boa troca de passes do ataque do Carcará, Wlademir parte pra cima pelo lado esquerdo, deixa o defensor pra trás e chuta forte, cruzado, dessa vez, sem chances para o arqueiro nacionalino. São Paulo Crystal 1 a 0 Nacional.

Após o gol, O Verdão Maravilha partiu pra cima em busca do empate. Aos 39 minutos, em cobrança de escanteio, o Naça quase empata, mas a defesa do Carcará tirou a bola no limite em cima da linha.

Poucos segundos depois veio a grande chance. Esquerdinha recebeu sozinho na área, mas a bola caiu na direita e ele isolou o chute.

A partir daí, o São Paulo Crystal seguiu se defendendo, mas o Naça não conseguiu criar mais nenhuma chance de perigo. Fim de papo, São Paulo Crystal 1 a 0 Nacional.

Novo líder

Com a vitória sobre o Naça e o empate entre Botafogo-PB e Campinense, o São Paulo Crystal assumiu a liderança do Campeonato Paraibano, chegando aos 6 pontos.

Já Nacional caiu para a 4ª colocação, mas tem 1 jogo a menos.

CLASSIFICAÇÃO

  • 1º – São Paulo Crystal – 6 pontos
  • 2º – Sousa – 4 pontos
  • 3º – Campinense – 4 pontos
  • 4º – Nacional de Patos – 3 pontos
  • 5º – Treze – 3 pontos
  • 6º – Botafogo-PB – 2 pontos
  • 7º – Auto Esporte-PB – 1 ponto
  • 8º – Queimadense – 1 ponto
  • 9º – CSP – 0 ponto
  • 10º – Serra Branca – 0 ponto

Próximos jogos

O próximo jogo do Nacional de Patos estava previsto para quarta-feira, dia 18 de janeiro, também fora de casa, contra o Campinense, às 20h30min, no estádio O Amigão, em Campina Grande. Porém, a raposa entrou com um pedido na FPF para adiamento da partida devido a disputa da Copa do Nordeste.

Com isso, seu próximo compromisso será no dia 24 (terça), diante do Auto Esporte, no estádio José Cavalcanti, às 20h.

Já o São Paulo Crystal enfrenta o Sousa na quinta-feira, dia 19, às 19h30min, no estádio Carneirão.

Por Felipe Vilar – Patosonline.com


Mostrar mais
Botão Voltar ao topo