Apenas 12,1% dos municípios da Paraíba tem casos do novo coronavirus



O novo boletim da Secretaria de Saúde da Paraíba divulgado nesta quarta-feira, 22, aponta que apenas 12,1% dos municípios do estado já registraram casos do novo coronavírus.

Até o momento, os 345 casos notificados aconteceram em 27 dos 223 municípios paraibanos, sendo 230 casos notificados em João Pessoa, que responde por 66,66% do número de pessoas infectadas no estado.

Dos 345 casos existentes no estado, 282 ou 81,15%, estão concentrados na Região Metropolitana de João Pessoa, que envolve além da capital, os municípios de Santa Rita, Bayeux, Cabedelo, Cruz do Espírito Santo e Congo, que já registraram um ou mais casos da doença.

Os outros 21 municípios paraibanos registram apenas 63 casos até agora e respondem por 18,85% das notificações confirmadas pela Secretaria de Saúde.

Patos já registrou oito pacientes com testagem positiva e responde por 2,31% do total de casos do estado. O município responde por dois óbitos ou 5% do número de pessoas que perderam a vida por conta do vírus.

CONFIRA OS DADOS POR MUNICÍPIO.

João Pessoa (230), Santa Rita (25), Campina Grande (24), Cabedelo (15), Bayeux (10), Patos (8), Junco do Seridó (3), Pombal (2), Serra Branca (1), Sapé (8),  Sousa (2), Igaracy (1), Taperoá (1), São João do Rio do Peixe (1), Riachão do Poço (1), São Bento (1), Congo (1), Queimadas (1), Bom Jesus (1), Conde (1), Cruz do Espírito Santo (1), Itabaiana (1), Cajazeiras (2), Itapororoca (1), Barra de São Miguel (1), Alagoa Nova (1), Coremas (1).

O BOLETIM

O novo boletim confirmou o óbito de um homem idoso, 71 anos, hipertenso, residente em Santa Rita.

Dos 345 casos confirmados até esta quarta, 22 de abril, 116  já se recuperaram, 45 estão hospitalizados, 10 deles em leitos de UTI e 40, infelizmente, faleceram. Outros 1217 foram descartados.

Até o momento, 148 pessoas estão internadas com suspeita de Covid-19. Destes, 133 estão em enfermaria, sendo 86 na rede pública e 27 na rede privada. Outros 35 estão na UTI, sendo 24 na rede pública e 11 em hospitais privados.

Por Genival Junior – Patosonline.com