Esportes

Amistoso entre Central e São Paulo-PB termina com pancadaria ainda no primeiro tempo; vídeo

Atacante Leandro Costa atingiu o zagueiro Índio com chutes aos 22 minutos; jogador centralino disse que também levou uma cabeçada

ÓTICAS GUIMARÃES

Era pra ser um amistoso tradicional de pré-temporada entre Central e São Paulo Crystal, mas passou longe disso. As equipes, que estão no meio da preparação para os campeonatos Pernambucano e Paraibano, respectivamente, protagonizaram cenas de pancadaria no estádio Lacerdão.

O Central, mandante, vencia por 1 a 0, gol marcado pelo atacante Jeorge Belmonte. Mas, aos 22 minutos, o confronto foi interrompido por uma confusão entre o atacante Leandro Costa, da Patativa, e o zagueiro Índio, do São Paulo.

Leandro, o jogador mais experiente do elenco com 37 anos, chutou o adversário mais de uma vez. Em seguida, atletas das duas equipes trocaram socos e empurrões. A confusão se estendeu até a entrada dos vestiários, com a participação das diretorias e comissões técnicas dos dois times.

A partida, aberta aos torcedores, tinha segurança da Polícia Militar, que não interveio diretamente nas brigas. A arbitragem encerrou o duelo ainda no primeiro tempo.

Veja o vídeo da confusão clicando no link abaixo:

https://ge.globo.com/pe/caruaru-regiao/video/amistoso-entre-central-x-sao-paulo-crystal-termina-em-pancadaria-11244559.ghtml

Em entrevista ao ge, Leandro Costa afirmou que foi atingido por uma cabeçada antes de agredir o zagueiro Índio.

– Houve uma falta normal, o juiz não marcou. Ele [o zagueiro] começou a xingar, eu falei com ele, disse que não tinha sido nada. Ele me atingiu com uma cabeçada. Eu acabei reagindo dessa maneira, toda ação tem uma reação. Primeiro eu fui agredido. Não pode acontecer esse tipo de coisa, nunca aconteceu nada desse tipo – comentou o atacante.

Índio, zagueiro do São Paulo Crystal, falou sobre confusão — Foto: Mavian Barbosa / ge

Do outro lado, Índio foi atendido ainda dentro de campo e negou que tenha acertado uma cabeçada em Leandro Costa.

– Eu peguei a bola e ele pisou no meu pé esquerdo. Eu troquei uma palavra com ele. Já veio me xingando, ele pegou e deu uma cabeçada em mim e me agrediu com dois chutes – garantiu o zagueiro.

Com a bola rolando oficialmente, o Central estreia no dia 7 de janeiro contra o Náutico, em casa. O São Paulo inicia o Paraibano no mesmo dia, contra Treze

Fonte: ge PE


Mostrar mais
Botão Voltar ao topo