Brasil

Americanas divulga lista com quase 8 mil credores e dívida total de R$ 41,2 bilhões

Companhia tem 7.720 credores oficiais, bem abaixo do que os 16 mil estimados após o pedido de recuperação judicial

ÓTICAS GUIMARÃES

Americanas enviou na manhã desta quarta-feira (25) a lista com os 7.720 credores oficiais, conforme solicitado pela Justiça do Rio de Janeiro. O número é bem abaixo dos 16 mil que a própria companhia estimava após fazer o pedido de recuperação judicial. Ao todo, a dívida da empresa é de R$ 41,2 bilhões.

Do montante total que a Americanas deve, R$ 64,8 milhões são referentes referente à classe trabalhista, enquanto R$ 41 milhões à classe quirografários e R$ 109,4 milhões à classe de microempresas e empresas de pequeno porte.

A Americanas entrou com um pedido de recuperação judicial na última quinta-feira (19), oito dias depois de anunciar ao mercado as “inconsistências contábeis” que levaram ao rombo bilionário.

A Justiça do Rio acatou o pedido da Americanas, mas solicitou que a companhia enviasse uma lista com todos os seus credores e as respectivas dívidas para com eles, bem como a dívida total da empresa.

O prazo para o envio do documento foi estabelecido em 48 horas, mas a Americanas pediu para que fosse estendido por entender que a solicitação não deveria contar o feriado de São Sebastião na sexta-feira (20) e o fim de semana.

Vale ressaltar que o pedido de recuperação judicial foi feito após a companhia não chegar a um acordo com os bancos credores. 30% da empresa é composto por um grupo de três acionistas: Carlos Alberto Sicupira, Jorge Paulo Lemann e Marcel Telles.

Quando a crise estourou, os três empresários chegaram a oferecer R$ 6 bilhões para reforçar a empresa, mas os bancos acharam pouco, segundo o analista de economia da CNN Fernando Nakagawa. As instituições queriam pelo menos R$ 10 bilhões para começar a conversar, e as partes não chegaram a um acordo.

Fonte: CNN Brasil


Mostrar mais
Botão Voltar ao topo