Aldeone vê Sousa favorito nas semi e diz que vai torcer pelo Atlético na Série D deste ano

Foto: Reprodução



Um dos personagens mais folclóricos do futebol paraibano vem do sertão do estado. Aldeone Abrantes, presidente atualmente licenciado do Sousa devido ao período eleitoral, era só alegria após conquistar a vaga nas semifinais do estadual deste ano e, de quebra, roubar a vaga do seu rival, Atlético de Cajazeiras, na Série D do Campeonato Brasileiro de 2021.

Após o empate por 1 a 1 na última terça-feira (28), o dirigente falou sobre a expectativa do Dinossauro do Sertão para o mata-mata, e analisou um certo favoritismo para a equipe sertaneja, que vai enfrentar o Campinense na sexta-feira (31), no Marizão, e na terça (05), em Campina Grande.

– Estou otimista. Acho que o Sousa, mesmo não estando fisicamente no seu ritmo ideal, está parelho com relação ao Campinense. Contra o Atlético de Cajazeiras, que vinha treinando há muito tempo, o Sousa sentiu. Contra o Botafogo-PB também. Mas o Campinense voltou (aos treinos) igual com a gente, e a nossa força do conjunto, com o time completo, eles não têm. No momento, vejo o Sousa tecnicamente superior. Mas o Campinense tem história, é um grande do futebol paraibano. Mas, ao menos para a final, acho que o Sousa vai – afirmou.

Admitindo o peso de enfrentar uma equipe tradicional do estado, Aldeone Abrantes elencou momentos históricos do Sousa, como a partida diante do Flamengo de Romário, em 1995, pela Copa do Brasil, vencida pelos rubro-negros pelo modesto placar de 1 a 0, no Almeidão, ocasião em que até os flamenguistas presentes no estádio, ao fim da partida, aplaudiram o empenho e boa atuação do time paraibano.

Por isso, ele acha que o Dinossauro não irá repetir o Trovão Azul de 2019, que tinha um time vistoso, mas foi eliminado das semifinais nos pênaltis pela questionada Raposa de Francisco Diá.

– O Atlético não tem a tradição do Sousa. O Sousa é um time que se agiganta em momentos grandes. Fomos jogar com o Flamengo, lá no início, com os campeões mundiais, nós jogamos de igual para igual e viramos a torcida ao nosso favor, para os paraibanos. Ganhamos um campeonato do Treze em Campina Grande. Ganhamos o estadual em 2009 fora dos nossos domínios. O Sousa tem a tradição de enfrentar todo mundo no mano a mano. Em 2018 e 2019, tiramos a invencibilidade do Botafogo-PB no ano. Não temos costume de ser vira-lata. A camisa do Sousa é mais pesada – disse.

Mesmo com a vaga na quarta divisão nacional de 2021 recém-conquistada, o Dinossauro do Sertão já iniciou o planejamento para uma temporada completa no ano que vem. De acordo com o dirigente, a prioridade é a permanência do treinador Givanildo Sales, que foi bastante elogiado.

– Já estamos nos programando para a Série D, e acenamos para a continuidade do trabalho do Givanildo Sales. Se ele não for para outro lugar, isso foi passado até para os atletas se a gente for para a Copa do Brasil, Copa do Nordeste, que ele vai ser o treinador. Existe uma união muito grande do grupo com a comissão, e tem um trabalho muito bom de Givanildo, tanto dentro como fora de campo – explicou.

Por fim, mesmo tendo eliminado seu maior rival do estadual deste ano e tomado sua vaga no Brasileiro do ano que vem, o espírito de esportista falará mais alto para o presidente licenciado do Sousa quando o for Atlético de Cajazeiras entrar em campo defendendo a bandeira da Paraíba.

De acordo com Aldeone, uma boa campanha ou acesso do Trovão na Série D deste ano, e também do Campinense, quanto do Botafogo-PB e Treze na Série C, trarão benefícios para todo futebol do estado.

– Vou torcer para eles (Atlético de Cajazeiras) subirem. Torço pelo Botafogo-PB, pelo Treze. Na Paraíba, não podemos nos conformar em ter só duas vagas na Copa do Brasil, duas vagas na Série D. Quantas vagas Pernambuco tem no Brasileiro? Aqui a gente reza porque temos duas na Série D. Somos muito mal rankeados. Se subirem, abrem mais vagas nacionais e aí se desenvolve tudo, é uma reação em cadeia. Temos que torcer pelos nossos representantes. Torço para que Campinense e Atlético subam. Se o Campinense subir, o Atlético herda a vaga na Série D do ano que vem com a gente – concluiu.

Equipe @Vozdatorcida




Em cumprimento à Legislação Eleitoral, o Portal Patosonline.com não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2020 se encerrarem.