Gerais

Advogados patoenses participam do juri do ​Julgamento dos acusados pela morte do radialista Ivanildo Viana

O 1º Tribunal do Júri da Comarca de João Pessoa absolveu todos os acusados da morte do radialista Ivanildo Viana  após 15 horas de julgamento que aconteceu nesta quinta-feira (27). 

Foram absolvidos o ex-sargento e ex-vereador de Bayeux Arnóbio Gomes Fernandes, os ex-policiais militares Erivaldo Batista e Olindo Vitorino, além de Eliomar de Brito Coutinho “Má”, Francisco das Chagas “Cariri” e Valmir Ferreira Costa “cobra”.

Com a decisão, ficou determinado que as investigações devem ser reabertas, mirando o gabinete do deputado federal Damião Feliciano, após o promotor questionar o porquê de Renato Feliciano e o assessor Paulo Paz que foram ouvidos três vezes, não ter sido arrolado como testemunha no tribunal do júri. 

Ivanildo Viana foi assassinado no dia 27 de fevereiro de 2015, quando o radialista saia da rádio em que trabalhava.

Os advogados patoenses, Dr. Djalma Queiroga e Dr. Humberto Simplício, participaram do júri popular patrocinando a defesa do Subtenente da Polícia Militar, Olinaldo Viturino.

Os advogados sustentaram a tese de negativa de autoria a qual foi aceita pelo Conselho de sentença.

Patosonlie.com

Mostrar mais
Botão Voltar ao topo
close