Advogado Joanilson Guedes diz que ex-prefeita Francisca Mota provará inocência em processo do TCE



O advogado Joanilson Guedes, responsável pela defesa da ex-prefeita Francisca Mota, prestou esclarecimentos sobre a irregularidade encontrada na prestação de contas da ex-gestora referente ao ano de 2014, que foram rejeitadas na sessão online desta quarta-feira, 16, pelo Tribunal de Contas do Estado-TCE, devido a não comprovação de pagamentos a locadora de veículos.

De acordo com Joanilson, a expectativa da defesa é reverter a decisão no recurso, quando vários documentos não apreciados serão apresentados pelos advogados, para apreciação do processo.

“De todo o orçamento de Patos que é de quase R$ 200 milhões de reais anuais, restou apenas esse questionamento que é de relativa monta, comparado com o que foi administrado o ano inteiro, e nós temos em mãos documentos que ficaram pra ser analisados no recurso e com certeza irá esclarecer essa irregularidade”, disse o advogado.

Joanilson acrescentou que não houve nenhuma irregularidade questionada nas contas e a expectativa é de um desfecho positivo do processo, a exemplo de outros questionamentos feitos sobre a gestão da ex-prefeita.

A IRREGULARIDADE

O Tribunal de Contas do Estado da Paraíba (TCE-PB) rejeitou as contas de 2014 da ex-prefeita de Patos, Francisca Gomes Araújo Motta (proc. 04495/15).

Pela decisão do tribunal, a ex-gestora terá que ressarcir aos cofres públicos, o montante de R$ 285.328,87.  Ouça as argumentações do advogado Joanilson Guedes;


Por Genival Junior – Patosonline.com