Advogado explica dificuldades para se comprovar uma candidatura laranja



O advogado especialista em direito eleitoral, Alexandre Nunes, opinou em contato com o jornal Notícias da Manhã, apresentado por Misael Nóbrega e Genival Junior, na Rádio Espinharas FM de Patos, a respeito das eventuais candidaturas laranjas que vem sendo questionadas na cidade de Patos, após consolidado o resultado das eleições municipais deste ano.

Alexandre explicou que o simples resultado zerado nas urnas, ou o registro de candidaturas de marido e mulher para o mesmo cargo, não é fato suficiente para a comprovação de um crime eleitoral que configure a candidatura laranja por parte do candidato.

“A questão não é simples de se configurar, candidaturas laranjas. Não é o fato de alguém tirar zero voto ou tenha na mesma residência marido e mulher se candidatado. Isso por si só não se configura uma candidatura laranja”, explicou Alexandre Nunes.

Alexandre Nunes citou como indício de crime eleitoral os casos de funcionários públicos que receberam seus proventos durante o afastamento para a campanha eleitoral, e mesmo assim deixam de votar em si próprio, bem como os casos de candidatos que recebem recursos do fundo partidário, e abrem mão de realizar a sua campanha. Escute as explicações;

Blog do Jordan Bezerra