Advogado do PSDB antecipa que recorrerá ao Supremo




O advogado do PSDB, Eduardo Alckmin, surpreendeu no final do seu pronunciamento ao pedir anulação do processo e anunciar que ingressará com recurso especial no Supremo Tribunal Federal (STF) por cerceamento de defesa, como se já soubesse do resultado da sessão.


No mérito, alegou que o governador ainda não era candidato registrado quando se deu a distribuição dos cheques da Fac e que já existiria jurisprudência do TSE favorável à exclusão da punibilidade de Cássio, por essa via.


O advogado Admar Gonzaga, do Dem, por sua vez, limitou-se a dizer que não pediu para ingressar no processo como meio de tumultuar o andamento e julgamento da ação.



Rubens Nóbrega