Advogado classifica de “absurdo”, decisão do STJ em favor de Ricardo Coutinho. Ouça;



O advogado e ex-procurador da Prefeitura de Patos, Phillipe Palmeira, classificou como um “absurdo”, durante participação no jornal Notícias da manhã, apresentado por Misael Nóbrega e Genival Junior, a decisão tomada em julgamento pelo Superior Tribunal de Justiça-STJ, que por 4 votos a 1 decidiu manter em liberdade e impor algumas medidas cautelares ao ex-governador da Paraíba, Ricardo Coutinho (PSB).

Phillipe Palmeira discordou da posição adotada em relação ao ex-governador, por entender que existem fatos que comprovam o cometimento de delitos por Ricardo quanto ao desvio de recursos públicos desviados da saúde e da educação do estado.

De acordo com o advogado, a prisão de Ricardo Coutinho poderia ser decretada com base no artigo 312 do Código de Processo Penal-CPP, com base em questões relacionadas a interferência na ordem pública a na instrução do atual processo envolvendo o ex-governador.

Phillipe Palmeira disse que a aplicação de medidas cautelares em favor de Ricardo deixa a justiça desacreditada perante a sociedade, uma vez que poderá permitir o seu retorno a vida pública, com delitos semelhantes aos já praticados na Operação Calvário, bem como trabalhar na destruição de provas que possam interferir diretamente no andamento da instrução processual. Ouça as explicações do advogado;

Advogado Phillip Palmeira

Patosonline.com

Áudio de Misael Nóbrega

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com