Acirramento político trouxe atos de violência no Sertão



O acirramento político nas cidades da região do Vale do Piancó, no Sertão paraibano, nas eleições deste ano trouxeram casos preocupantes de violência entre eleitores e candidatos. Ao menos quatro epsódios gerados a partir de disputas foram registrados dentro de um mês na localidade.

O mais grave aconteceu na cidade de Boa Ventura no dia 28 de outubro, em que um homem, identificado como Neguin Baião, acabou sendo esfaqueado após uma discussão política. A vítima foi socorrida ao hospital sem riscos de morte. Os partidos divulgaram notas de repúdio.

Em Santana de Mangueira, o caso mais recente ocorreu na última quinta-feira (5). A candidata a prefeita Adenilda Mangueira (Solidariedade) teve o carro alvejado por três disparos de arma de fogo. Os tiros acertaram as laterais do automóvel, e ninguém ficou ferido.

Em Conceição, em 25 de outubro, um homem foi preso após ameaçar eleitores rivais com uma pistola falsa durante evento. A polícia o pegou em flagrante. No dia 13 de mês passado, um eleitor do grupo da situação prestou um boletim de ocorrência afirmando que foi agredido pelo candidato a vice pela oposição do município, Nego de Sevi. O Partido PSDB repudiou o ataque sofrido e pediu providências.

Todas essas cidades que tiveram epsódios violentos registrados têm algo em comum: nelas, a disputa eleitoral acontece entre apenas dois candidatos.

No estado, outros municípios solicitaram apoio de tropas federais para a segurança do pleito em decorrência de possíveis embates. Na região, o policiamento se fará apenas pela Polícia Militar.

As eleições acontecerão no próximo domingo, dia 15. 

Diamante Online