Gerais

Ação social ECISA: Cursos de Enfermagem e Radiologia promovem atividade em alusão ao Outubro Rosa

A ECISA acredita não só na integração dos alunos com os pacientes, bem como na responsabilidade social que uma atividade dessa promove

ÓTICAS GUIMARÃES

Os cursos técnicos de Enfermagem e Radiologia da ECISA, realizaram diversas atividades com o objetivo de esclarecer e apoiar as mulheres quanto à prevenção e tratamento do câncer de mama e de colo uterino.

Uma delas aconteceu nesta terça (18), no Hospital do Bem. Essa iniciativa serviu como forma de apresentar ações que buscam transformar positivamente a realidade de mulheres diagnosticadas com câncer de mama e as que passam pelo tratamento do câncer, bem como, alertar para o diagnóstico precoce através de exames de mamografias.

De acordo com a professora do técnico em Radiologia, Jaqueline Barreto, foi abordada a importância da prevenção do câncer de mama e do colo de útero. “Sabemos que muitas mulheres não têm conhecimento adequado e passam a acreditar em mitos,. Quando se deparam com uma situação de ter que realizar o exame de mamografia geralmente se retraem e muitas deixam de fazer. Estamos aqui para abordar isso de forma mais ampla”, explicou Jaqueline.

Em atividades de campo como essa, os alunos são estimulados a levantar hipóteses e fazerem descobertas. Além disso, eles aprendem na prática o que viram em sala de aula. Como explica Jéssica Alana, estudante de Radiologia. “Ações como esta são muito importantes. Nos ajuda a abordar o que conhecemos em sala e transmitir para todos. É mais uma forma de aprendizado”, avaliou a estudantes.

A ECISA acredita não só na integração dos alunos com os pacientes, bem como na responsabilidade social que uma atividade dessa promove. Segundo o professor de Enfermagem, Márcio Lima, “essa responsabilidade é desde o processo de formação dos alunos e com seus futuros pacientes. Eles aprendem a se portar, entender as necessidades dos pacientes e nós, enquanto instituição, instigamos essa prática e esse estreitamento de laços entre pacientes e futuros profissionais de saúde”, finaliza.

Ascom Unifip


Mostrar mais
Botão Voltar ao topo