A semana que pode ser de decisões na política de Patos



Com a aproximação do pleito eleitoral desse ano, 15 de novembro próximo, quando iremos escolher prefeitos e vereadores, a coisa começa a se agitar na política local. Nesta sexta-feira, 31 de julho, a cidade de Patos conheceu, o que pode ser a primeira chapa que pretende disputar o comando do executivo; Dr. Érico e Mirna Wanderley.

É bem verdade que pouco tempo depois de ser anunciada, a composição já começou a ser questionada por alguns juristas patoenses, que entendem que Dra. Mirna está na condição de inelegível, pois seu esposo, Dinaldinho, mesmo afastado do cargo, mantém a condição de prefeito, o que deixa a mesma impedida de disputar a eleição conforme a legislação atual.

Um fato que vem chamando a atenção é a grande quantidade daqueles que se colocam na condição de pré-candidatos ao cargo de prefeito. Nomes novos e veteranos se misturam nessa condição. Uns de fato com condições de sair candidato, outros almejando um espaço na política local, para quem sabe, chegar a ser candidato a vice, ou mesmo alcançar uma projeção suficiente que o lance de vez na vida pública local.

Esse início de mês será crucial para todos os que estão nessas condições. Com o começo das definições, aqueles que de fato pretendem “cravar” seus nomes nas chapas majoritárias precisam se apressar e concretizar tais possibilidades.     

Correndo por fora estão dezenas de pré-candidatos a chapa proporcional, ou seja, os que pretendem conseguir uma vaga na Casa Juvenal Lúcio de Sousa, Câmara Municipal de Patos. Esse ano, assim como ocorre para prefeito, são muitas as “caras novas”, que se apresentam com a intenção de se tornar vereador na Capital do Sertão.

Resta aguardar para saber onde dará essa condição nova, ou seja, o surgimento de uma safra recente de políticos na nossa cidade. E essa semana será crucial para alguns desses.

Patosonline.com

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com