Politica

“A próxima Câmara já está envergonhando a cidade de Patos”, diz Almir Mineral

ÓTICAS GUIMARÃES

O vereador Almir Mineral – PSDB radicalizou o discurso na sessão desta terça-feira, dia 30, na Câmara Municipal de Patos ao denunciar que existem especulações de valores pagos para garantir a presidência e a composição da mesa da Casa Juvenal Lúcio de Sousa. De acordo com o vereador Almir, os valores giram em torno de 30 e 50 Mil Reais para cada vereador.

Na próxima quinta-feira, dia 01, na sessão ordinária da Câmara, o vereador promete fazer um resumo para esclarecer comentários do que vem ouvindo nas ruas de Patos. O maior problema vai ser mesmo provar que houve compra de parlamentares, já que o dinheiro circulará de forma ilícita entre os vereadores que elegerão a nova mesa diretora da Câmara Municipal.

A polarização da discussão gira em torno de dois nomes para a presidência da Câmara Municipal, sendo Marcos Eduardo – PMDB e Lucinha – PC do B os mais comentados. Marcos, se eleito, irá para o seu 5º mandato e Lucinha que é mãe do atual secretário de administração da Prefeitura Municipal, se apoia no fato de ter sido a vereadora mais bem votada nas eleições de 2012.

Outros vereadores se colocaram a disposição para a presidência da Câmara, mas até o momento não se viu movimentações mais concretas para tal fato. A expectativa é grande nos bastidores da política patoense que acompanha toda movimentação da Câmara Municipal de Patos.

 

Jozivan Antero – Patosonline.com

 

 


Mostrar mais
Botão Voltar ao topo