• Dra Milena
Locais

Maternidade Dr. Peregrino Filho emite nota de esclarecimento sobre o caso da jovem de 20 anos que morreu devido suspeita de tromboembolia pulmonar

ÓTICAS GUIMARÃES

A Maternidade Dr. Peregrino filho, unidade hospitalar vinculado ao Sistema único de Saúde (SUS) de gestão estadual, referência no atendimento Materno-Infantil da 3ª Macrorregião de Saúde que compõe o auto Sertão paraibano, vem por meio deste dar alguns esclarecimentos:

A senhora Rita Daiane Osório da Silva Ribeiro, de 20 anos, deu entrada na Maternidade no dia 07/06/2022, foi atendida e encaminhada para o Centro Obstétrico para parto normal, o qual se deu dentro da normalidade e sem complicações. No dia 08/06/2022, estando no estágio Puerperal (Pós Parto) em internamento, a mesma apresentou hemorragia pós parto, a qual foi corrigida através de reposicao volemica, porém nos casos de puerperas que desenvolvem hemorriagia, há uma probabilidade de 50 vezes mais o risco de desenvolver TEP (tromboembolia pulmonar), condição grave e de rápida evolução, onde uma ou mais artérias pulmonares ficam bloqueadas por um coágulo sanguíneo.
No caso da jovem foi realizado todos os procedimentos e protocolos cabíveis a situação, mas a mesma não resistiu.

Lamentamos o mais profundo pesar pelo falecimento da gestante Rita Daiane Osório da silva Ribeiro. Neste momento de dor, a Maternidade Dr. Peregrino Filho, se solidariza com familiares e amigos, e expressa as mais sinceras condolências pela perda.

Direção Geral / Direção Técnica


Mostrar mais
Botão Voltar ao topo