A esperança é morta – Por Misael Nóbrega



Uma cidade revirando pedras, subindo em árvores, olhando debaixo de pontes e escavando a terra.

Perguntando a cada alma viva pelo paradeiro dela.

Há quantos dias estávamos procurando por Ceiça?

O tempo de Deus é diferente do nosso; e, em cada um deles, um mistério correspondente… – E nem todos nos foram revelados.

O que é maior que a esperança?

Maria da Conceição, 32 anos, estava desaparecida, havia dias. Ela foi vista pela última vez, na quinta-feira, dia 15, quando saía do trabalho para casa.

Para aumentar o drama, o ex-marido apareceu dependurado numa corda, no alpendre de um sítio próximo… – Por não suportar carregar o segredo. – Crime ou castigo?

Os relatos desencontrados só aumentavam a aflição… – “Será que Ceiça ainda respira?” Não. Ceiça não mais respira. Ela está morta!

Na tarde desta quarta-feira (21), o achado de um corpo em putrefação pôs fim a todas as dúvidas.

As buscas serão encerradas e o corpo enterrado, enfim… – Não importa!

Ceiça continuará fugindo e todos aqueles que a amam nunca deixarão de procurar por ela…

Até que o amor se baste na solidão da cova.

Misael Nóbrega de Sousa




Em cumprimento à Legislação Eleitoral, o Portal Patosonline.com não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2020 se encerrarem.