Messi critica bastidores e anuncia corte salarial

Lionel Messi, em ação pelo Barcelona Getty Images



Principal bandeira do Barcelona, Lionel Messi anunciou na manhã desta segunda-feira que os jogadores do time chegaram a um acordo para que tenham 70% do salário reduzido enquanto durar a quarentena pelo novo coronavírus no mundo do futebol.

O anúncio foi feito pela conta de Instagram do argentino, que aproveitou para se queixar de “pessoas de dentro do clube”.

“Sempre fomos os primeiros a ajudar o clube quando nos pediu. Inclusive, muitas vezes fizemos isso por iniciativa própria, em momentos que sentimos que era importante”, escreveu.

“Assim, não nos deixa de surpreender que dentro do clube há quem busque nos colocar sob suspeita e colocar pressão para que façamos algo que sempre deixamos claro que faríamos”, continuou.

Messi explicou que a decisão demorou alguns dias porque era preciso encontrar um ponto de acordo entre os jogadores e que também havia o desejo de poupar os funcionários do clube.

“Da nossa parte, chegou o momento de anunciar que vamos reduzir 70% dos nossos salários durante o Estado de Alarme. Todos contribuímos para que os funcionários continuem recebendo 100% dos seus ordenados durante esse período”, escreveu.

A nota publicada por Messi (veja abaixo) será publicada por todos os jogadores do elenco ainda nesta segunda-feira. Na Espanha, assim como na maioria dos países da Europa, não se tem qualquer certeza sobre o retorno de LaLiga ou das competições europeias da temporada.


ESPN.com.br




Em cumprimento à Legislação Eleitoral, o Portal Patosonline.com não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2020 se encerrarem.