30 anos sem o nosso profeta apocalíptico – Por Misael Nóbrega



Você sabe de quê Raul Seixas morreu?

Nascido em 28 de junho de 1945, em Salvador, Bahia, Rauzito, como era chamado pelos fãs, morreu no dia 21 de agosto de 1989, em São Paulo.

Ele tinha 44 anos de idade.

Músicas consagradas, como: “Ouro de tolo”, “Tente outra vez”, “Medo da chuva”, “Maluco beleza”, Trem das sete”, “Metamorfose ambulante” e “Gita”, dentre outras, deram a Raul Seixas, o título de pai do rock brasileiro.

Porém, muito se deve esse título, a parceria com o bruxo, Paulo Coelho, que originaram sucessos cantados até hoje.

  • “Toca Raul”

As letras de suas canções quase sempre apocalípticas/filosóficas/astrológicas
ainda são atuais e controversas.

Qual mensagem Raulzito queria passar?

Um amigo (já falecido), falou-me de um cara que pregava uma sociedade alternativa de forma extravagante e ao mesmo tempo excêntrica, cagando para os anos de chumbo do regime militar.

Raul repetia sempre: “Ninguém tem o direito de me julgar, a não ser eu mesmo. Eu me pertenço e de mim faço o que bem entender”.

No dia em que fui apresentado à Rauzito, colocamos na radiola “Metamorfose ambulante” à exaustão da faixa…- A ideia era mesmo furar o disco.

“Eu prefiro ser essa metamorfose ambulante, do que ter aquela velha opinião formada sobre tudo”.

Raul Santos Seixas faleceu de parada cardiorrespiratória provocada por pancreatite crônica e hipoglicemia. A governanta, Dalva Borges, foi a primeira a encontrá-lo em seu apartamento, à Rua Frei Caneca, em São Paulo.

Pelo menos, foi isso que disse o laudo médico. Eu já acredito que Rauzito foi viajar pelo universo a bordo do seu foguete e… – Pluct, plact, zum… – Abduziu-se.

Ele não era desse mundo. Alguém duvida?

*Misael Nóbrega de Sousa




Em cumprimento à Legislação Eleitoral, o Portal Patosonline.com não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2020 se encerrarem.