11 sinais de que você está prestes a ser demitido



Ser despedido é, nove entre dez vezes, uma situação ruim. O profissional se sente humilhado, desprezado, enfim… Em alguns casos, a demissão parece “estar no ar”, antes mesmo de ser “anunciada”. O  fato é que ninguém quer pensar na possibilidade de ser demitido, mas é importante saber que pode acontecer. E há alguns indicadores que podem ajudar a evidenciar se seu emprego está em risco, segundo Áine Cain, em reportagem para o Business Insider.

Aqui estão os principais sinais de que você pode ser demitido:

1. Seus instintos lhe dizem que algo está errado:

“Se você sente que fez tudo o que podia no seu emprego, mas ainda tem aquela sensação ‘Eu posso ser despedido’, você provavelmente está certo”, diz Andy Bailey, do serviço de coaching Petra Coach. Segundo ele, o fato de ser despedido não quer dizer que você não seja um bom funcionário, mas talvez possa explorar melhor seu potencial em outro lugar. “Comece a procurar posições que refletem melhor sua personalidade e ética de trabalho”, aconselha Bailey.

Para Ketti Salemme da TINYPulse, que faz pesquisa com funcionários, é importante levar em conta seus instintos no ambiente de trabalho. “Às vezes o sinal [de que você está prestes a ser despedido] não vai além daquela sensação interior”, diz. “Seja uma mudança na cultura da empresa, um realinhamento nas suas tarefas ou o próprio relacionamento com os colegas, pode ser um indicativo de que a companhia colocou seu nome na lista”.

2. Você recebeu uma péssima avaliação de desempenho

Nas empresas, é comum que uma série de fatores acabem se somando para virar uma “bola de neve” que leva à demissão. De acordo com Leah Machado, diretora da Paychex Inc., empresa que faz pagamento terceirizado, há pelo menos um sinal bem óbvio antes da demissão. “Qualquer sinal de que você não está atingindo as expectativas de seus superiores – seja uma conversa ou um email – é um indicador claro de que você precisa mudar suas ações e seu comportamento, mas principalmente seus resultados, além de desenvolver competências e habilidades”, diz Leah Machado.

Já Lynn Taylor, autora do livro “Tame Your Terrible Office Tyrant: How to Manage Childish Boss Behavior and Thrive in Your Job”, enfatiza que avisos formais nunca devem ser ignorados. “Você pode até ter recebido um aviso verbal, escrito ou até um segundo aviso”, diz. “O primeiro já é um sinal de que algo pode acontecer”.

3. Seu chefe parou de se comunicar com você 

O sucesso de qualquer profissional depende de comunicação efetiva. Da mesma maneira, as relações interpessoais no local de trabalho também se apoiam na necessidade de comunicar sucessos e fracassos a seu chefe, acredita Kris Duggan, CEO da Better Works, uma empresa de software de comunicação.

“Para um gerente, não há nada pior do que ser chamado para interferir em um projeto nos 45 minutos do segundo tempo, quando um funcionário que até então dizia ‘Está tudo certo, estou cuidando disso’ não deu conta da situação”. E avisa: se algo não está dando certo no projeto, comunique imediatamente seus superiores, não deixe para a última hora.

4. Ninguém mais presta atenção ao que você diz

Até algumas semanas, os colegas do trabalho e superiores costumavam pedir sua opinião ou prestar atenção quando você dava sua perspectiva sobre um assunto – profissional ou pessoal. De repente, o quadro mudou e parece que ninguém mais está ouvindo. Para Amanda Augustine, especialista em carreiras da TopResume, garante que não ser incluído nas conversas é um sinal de alerta vermelho.

“Quando não te convidam para uma reunião não é necessariamente razão para ficar preocupado”, diz Augustine. “Entretanto, se você não é copiado em e-mails e repedidamente nem convidado a participar de reuniões às quais você costumava ir, isso pode ser razão para se alarmar. Pode ser um sinal de que estão te afastando dos principais projetos, antes da demissão”.

5. Seu trabalho ficou impossível

Se de uma hora para outra a sua carga de trabalho se tornou demais para você, é possível que seu gerente não tenha percebido ou que a própria companhia está prestes a te demitir, segundo Mike Kerr, autor do livro “The Humor Advantage”.

“É como se tudo estivesse sendo arranjado para que você não dê conta”, diz. “Às vezes isso pode estar sendo causado por uma liderança ruim, mas há casos em que uma companhia quer se livrar do funcionário, mas precisa de evidências antes de demiti-lo”.

6. Sua relação com seu chefe está deteriorada

Seu chefe não precisa ser seu melhor amigo para que as coisas funcionem bem no trabalho. Alguns gerentes têm um estilo menos amistoso de lidar com as pessoas, mas se tudo parecia bem até ontem e, de repente, há uma tensão no ar, esse pode ser um sinal claro de demissão à vista.

“Você sente um calafrio toda vez que seu chefe olha para você?”, questiona Nora Heer, fundadora da Loopline Systems, que cria soluções para demandas de RH. “Se toda vez que seu chefe te encontra no café e basicamente vira as costas e vai embora, no máximo com um aceno de cabeça, esse poderia ser um sinal claro de que vão te mandar embora”, diz. Segundo Nora, até mesmo os melhores profissionais tendem a evitar situações desconfortáveis, por isso começam a evitar a pessoa. “Demitir alguém nunca é fácil”.

7. Você tem menos trabalho do que os outros

Este é um dos sinais mais evidentes de uma possível demissão. Pode significar que seu gerente não quer lidar com tarefas inacabadas e projetos pela metade, por isso começa a passar tudo para outros funcionários. O sinal é mais claro ainda se seu chefe ignora seus pedidos de mais trabalho.

“Você pediu por mais tarefas ou projetos, mas só ouviu um silêncio desajeito em resposta?”, diz Nora Heer. “Isso é sinal de que você está mais perto da porta de saída”.

8. Seu departamento tem um novo chefe

Mudanças na liderança, como a chegada de um novo superior, são em geral complicadas para os executivos. Em muitos casos, o profissional era a pessooa de confiança da antiga chefia e o fato de ter um novo líder pode colocá-lo numa sinuca.

“Quando CEOs e outros executivos de alto nível são trazidos para a organização, eles chegam muitas vezes com a tarefa de efetuar mudanças”, diz Steve Hunt, da empresa SAP SuccessFactors, que lida com soluções na nuvem para RH. “Se você faz parte de uma equipe e seu chefe acabou de ser substituído por alguém de fora, talvez seja uma boa ideia se preparar para partir”.

9. Seu chefe pede que você ensine seu trabalho a outra pessoa

Se o seu supervisor aparece do nada com um novo funcionário e lhe pede para “mostrar a cultura da empresa” e treiná-lo em todas as suas capacidades, esse pode ser um sinal de que o novato vai ficar com sua vaga em breve, acredita Ajay Paghda, da empresa de marketing digital YouthNoise. “Pode ser um sinal de que seu chefe quer que ele aprenda o máximo que puder, antes de você ser chamado ao RH”, diz Paghdal.

10. Seus colegas e chefes param de conversar quando você chega

Sabe aquelas conversas em voz baixa no café? Se os seus colegas estão se comportando dessa maneira, mas a conversa “morre” quando você chega, é possível que estejam te evitando. “Se as pessoas com quem você trabalha param de te convidar para almoçar, fique atento”, diz Augustine

11. Trabalho em equipe não é um dos seus pontos fortes

Em qualquer linha de trabalho, é importante se encaixar na cultura da empresa. Isso implica, muitas vezes, em fazer o máximo pelo grupo, diz a consultora de RH Laurie Ruettimann. “Quando a empresa lhe pede para viajar a trabalho ou para comparecer a uma conferência, não se trata de uma pergunta. Dizer não pode ser uma maneira de acabar com sua carreira na empresa”, afirma.

FONTE: BASEADO NA REVISTA: ÉPOCA NEGÓCIOS ONLINE

error0
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com