comentários  
  

24 de outubro de 2009, 11:52

Confira aqui o novo número do Taflóide


TAFLÓIDE - SETEMBRO - 2009

O GOLPE

       O cargo de vereador foi criado para aproximar o cidadão da administração de sua cidade. O tempo, porem, transformou as Câmaras em templos de corrupção, desperdício e inutilidade.” (trecho extraído da Veja).

       O prefeito de Nova Iorque modificou a lei a vai ser candidato pela terceira vez ao cargo, e vai gastar do seu próprio bolso a quantia de 65 milhões de dólares na campanha. Isso nos Estados Unidos, o país mais democrático do mundo. No Brasil se diz: querer se eternizar no poder. Contrariando os demais colegas de bancada, Marcos Eduardo antecipou os debates em torno da eleição da Mesa. O mandato atual se expira em fins de 2010, mas resolveram antecipar a escolha do novo presidente para janeiro próximo. É um direito do todo cidadão querer ser o quiser inclusive, não ser ético. Havia um acordo entre os vereadores dando conta de que Marcos não mais seria candidato a presidente, tal qual um golpe, o novo caudilho da política patoense resolveu novamente tentar a reeleição. Alguns vereadores não concordaram, e resolveram fazer guerra. Almir, Ivanes, Edmilson e Zé Mota, documentados, estão bombardeando o presidente com denúncias de superfaturamento e absurdidades outras; a coisa está seguindo o caminho da guerra. Ataques a familiares dos mesmos é uma constante nas reuniões da Casa. Até em armas se fala. O surumbamba está formado. Falaremos mais sobre isso mais adiante.    

DIA DE PROTESTOS

           Algumas pessoas aproveitaram o dia da Independência para exigir que certos políticos caíssem fora de cena deixando a nação em paz. Em cidades como São Paulo, Brasília, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Recife e Porto Alegre, onde a democracia é exercida com mais altivez, o povo deu um sinal de alerta para essa turma da bandidagem. Faixa e gritos não faltaram; aproveitaram e pediram também a saída de ministros do STF, STJ, e demais juízes. As instituições brasileiras estão em descrédito com o povo. Juízes vendem sentenças, políticos surrupiam o erário público, delegados são pegos em conluio com traficantes, policiais traem o povo vendendo armas para bandidos, religiosos são acusados de extorquir dinheiro dos que ainda têm fé, enfim, ninguém segura à corrupção no Brasil. Quando Pero Vaz de Caminha enviou uma carta para Portugal querendo que seus familiares usufruíssem das benesses brasileiras, já mostrava o instinto corruptivo que se instalaria no país. Nunca parou de crescer. Em Patos, se fossem pedir a cabeça de alguém, certamente, alguns secretários municipais seriam lembrados e postos na guilhotina.  A turma do rolo é muito grande.  É gigantesca.

“ERNESTOS”

     Quase todos os políticos, e alguns jornalistas de Patos ainda não se acostumaram com a democracia. Há jornalistas que vivem exclusivamente do puxa-saquismo, pelegos incorrigíveis. Políticos adoram isso. Quando a coisa vai para o lado da verdade os “democráticos” pulam fora e chegam até a ameaçar os que se atrevem a mostrar os desmandos por eles cometidos. Alguns políticos não admitem sequer que se fale nas benesses que usufruem. São por demais “honestos”. A falácia, a mentira, são ingredientes indispensáveis nos discursos dos parlamentares brasileiros, e os de Patos não fogem a regra. Devido ao desemprego, muita gente procura o apadrinhamento político, e os “representantes” do povo, representam, primeiramente, a si próprio e as suas famílias. Os melhores empregos e outras benesses são disputados palmo a palmo por eles, e para os seus apadrinhados. Quando alguém da imprensa resolve mostrar as irregularidades para o povo, que realmente é quem paga tudo, é tido como inimigo da classe política. E recebe todo tipo de ameaças. Resumindo: alguns políticos não erram. Já nascem errando.

OAB SECCIONAL DA PARAÍBA JÁ SE ARTICULA PARA NOVAS ELEIÇÕES

     A Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional da Paraíba, já está aquecendo a categoria para as Eleições de seus Presidentes e Conselheiros, envolvendo aí a Seccional da Paraíba e Subseções instaladas nas demais Cidades do Estado da Paraíba. A campanha que vem ganhando fôlego e a simpatia da classe, a nível de Estado, é a do Dr.Marcos Caju, atualmente o nome forte para a Presidência da Seccional da Paraíba. Em Patos, para a Subseção da OAB, mesmo sem a inscrição formalizada, recrudesce a cada dia a campanha em torno do nome do jovem inteligente e talentoso advogado Dr. Alexandre Nunes Costa, que exerce na atual diretoria o Cargo de Vice Presidente; porém, com o ardor próprio da juventude e ávido por algo mais que possa dignificar a Classe, coloca o seu nome a disposição, submetendo-se assim, a um chamamento da maioria dos colegas que entende ser agora o momento oportuno de sair das “mesmices” e fazer surgir uma nova OAB que tenha a cara dos Advogados, e seja um referencial na Sociedade, com ações que visem o bem comum. O nome do jovem causídico encabeça a chapa das oposições ladeado pelo não menos inteligente e respeitável advogado Dr. Marcos Dias Novo, que aceitou a incumbência de dirigir juntamente com o Dr. Alexandre os destinos da OAB/Subseção de Patos-PB, por entender que a Classe dos operadores do Direito precisa VIVER UM NOVO TEMPO, com uma OAB mais dinâmica, desvinculada do Continuísmo, que se interesse pelos problemas de seus Membros, que caminhe lado a lado com a Comunidade, numa busca frenética de Justiça para todos. E esta nova OAB, a partir de 2010, seguirá firme enfrentando a questão ético disciplinar, sem perder de vista que os Tribunais não existem tão somente para julgar e punir. Mas, primordialmente, para assegurar o seu compromisso com a dignidade da nossa profissão, perseguindo incansavelmente o respeito da Sociedade, pelo exemplo, pela coerência e pela credibilidade. Dessa forma, a Subseção da OAB em Patos, a partir de janeiro de 2010 viverá NOVOS TEMPOS, com INTELIGÊNCIA e EXPERIÊNCIA e sobretudo de COMPROMISSO com a Classe dos ADVOGADOS e a SOCIEDADE. Ainda mais, fortalecendo a Chapa acima mencionada, estão os ilustres advogados: Dr. Paulo Cezar, Dr. Canuto Barreto, Dr. Halem Roberto e Dr. Raimundo Nóbrega.

PROJETO SAÚDE OCULAR

 (Assessoria)

 

         A SOCIEDADE PATOENSE DE OFTALMOLOGIA vem desenvolvendo um interessante projeto, denominado “PROJETO SAÚDE OCULAR”. Esse projeto visa esclarecer toda a população de Patos e cidades circunvizinhas da importância da realização do seu EXAME DE VISTA com um MÉDIO OFTALMOLOGISTA. Somente um MÉDICO OFTALMOLOGISTA pode detectar doenças como Retinopatia Diabética, Retinopatia Hipertensiva, Glaucoma, Catarata, Ceratocone, entre outras patologias oculares. Por isso, é muito importante que no seu exame de vista, seja verificado não só o grau dos óculos, como também a PRESSÃO INTRA-OCULAR e o EXAME DE FUNDO DE OLHO. A SOCIEDADE PATOENSE DE OFTALMOLOGIA está realizando com SILVIO ROMERO, um programa aos sábados de 1 hora da tarde na Rádio Morada do Sol, falando sobre doenças oculares.

         A SOCIEDADE PATOENSE DE OFTALMOLOGIA procurou a Secretaria de Saúde do Município, na pessoa de SEGUNDO, para poder melhorar ainda mais o atendimento oftalmológico do SUS, oferecendo outros exames que ainda não são realizados em Patos.  A SOCIEDADE PATOENSE DE OFTALMOLOGIA está fechando uma parceria com as ÓTICAS de Patos para desenvolver um site de notícias sobre patologias oculares e refração. A SOCIEDADE PATOENSE DE OFTALMOLOGIA é formada pelos médicos oftalmologistas que atendem em Patos, são eles: Dr. Nilson Neto Morais, Dr. Vanderley Carvalho, Dr. Valcelon Carvalho, Dr. Francisco Leite Neto, Dr. Luiz Antonio, Dr. Luiz Gonzaga, Dr. Valério, Dr. Vladimir, Dr. Kleper e Dr. Cláudio.  

 

Saiu a Lei Áurea do jornalismo
Chega de diploma!

(Paulo Henrique Amorim)

     O Supremo Tribunal Federal prestou um inestimável serviço ao jornalismo e, portanto, à democracia. Acabou com a exigência do diploma para jornalistas. Um jornalista não precisa de mais do que um curso para-profissional de três meses para começar a exercer a profissão. O resto ele aprende, se aprender, o resto da vida. É melhor ler os romances da maturidade de Machado de Assis do que perder quatro anos em faculdades – especialmente as particulares – que não formam jornalistas. Mino Carta não tem diploma e é o melhor jornalista brasileiro. Mauro Santayana, outro excelente jornalista, costuma dizer que a exigência do diploma elitizou as redações. As redações não refletiam mais a composição da sociedade brasileira: as redações se tornaram quase brancas, quase ricas e quase ignorantes … Jornalista deveria ter um curso universitário: estudar matemática, história, filosofia, biologia – e fazer um curso profissionalizante de jornalista de, no máximo, três meses. O diploma fez os jornalistas parecidos com os donos dos jornais.  E ajudou a construir o PiG.  Em nenhuma democracia séria do mundo, jornais conservadores, de baixa qualidade técnica e até sensacionalistas, e uma única rede de televisão têm a importância que têm no Brasil. Eles se transformaram num  partido político – o PiG, Partido da Imprensa Golpista.

ESTAMOS NA MÍDIA

     Mais uma vez Patos é destaque no cenário nacional. Só que, de forma vergonhosa. Prostituição infantil, tráfico de droga, homicídios, e violência outras, fazem com que sejamos mais conhecidos lá fora.  Quando somos nós que falamos essas coisas, logo vêm os ofendidos e dizem: “não fale mal da nossa terra”. Falar em certos acontecimentos, prostituição infantil, por exemplo, mexe com peixe graúdo (políticos, empresários e otoridades outras), por isso, todos acham que se deve calar. Que tem filhos vítimas desses aliciadores de menores sabe o que é a dor de ver filhos envolvidos por esses criminosos. Por que não se sabe os nomes dos acusados de pedofilia em Patos? Qual o mistério? Políticos ensaiaram denunciar os envolvidos, mas, diante do retrato, acharam por bem ficarem mudos. Prenderam alguns peixes (pequeninos), e ficou por isso mesmo. Uma das profissões que mais crescem na região é a de cafetina, e cafetino também; em toda cidade, em toda esquina, se vê esse tipo de profissional agindo a luz do dia. E já são muitos os motéis no município, e quase todos fazendo reformas, aumentando o número de apartamentos, pois estão sempre lotados, principalmente, em época de festa (Setembro, São João, Carnaval, “Avionadas, Rodadas, Limonadas”, entre outras). E a cidade sendo vista de modo depreciativo. E as autoridades religiosas? Fingem que nada vêem.

A VOZ DO POVO

 

          O deputado Antonio Mineral, vem a cada dia se tornando um nome estadual, e com muito destaque. Assumiu a liderança da oposição durante o período em que o titular esteve de licença e deu conta do recado, sendo, inclusive, destacado em todos os órgãos de imprensa da Paraíba. Na tribuna da Assembléia, sempre usando um tom de firmeza, mostra os erros da atual administração e cobra insistentemente melhorias para o Estado, principalmente, para as áreas onde é votado. Por suas posições firmes e consistentes é que vem ganhando a confiança daqueles que são oposicionistas de verdade. E, já figura como um dos líderes peessedebistas mais confiáveis da agremiação. Com certeza, em caso de vitoria do candidato da oposição nas próximas eleições, Patos terá um deputado com muita condição de ajudar a Patos. Prestigio político dentro do esquema cicerista Mineral tem demais, o mais, é esperar o tempo passar.

 

 

 

 BEM-VINDO

 

Chega a Cidade um profissional extremamente qualificado que vem trazer grande contribuição para o desenvolvimento do município. Trata-se do engenheiro eletricista, pós graduado, LUYDI DANDGELO, professor do IFPB (Instituto Federal de Ciências e Tecnologia da Paraíba) antigo CEFET, que vem para atuar nas áreas de projetos, execução e serviços.  Em entrevista ao Taflóide ele fala: Venho para Patos na expectativa de crescer junto com a cidade, e fiquei cativado com a receptividade do povo sertanejo. Venho para atuar nas mais diversas áreas, projetos de alta e baixa tensão, instalações elétricas prediais, eficiência energética entre outros. Nós do Taflóide, em nome da Cidade de Patos, damos as boas vindas ao Dr. Luydi Dandgelo  e desejamos que esse casamento se perpetue por longos e longos  tempos. Para quem precisar dos seus serviços, Luydi Dandgelo:  83-88950986.

ALGUMAS

      * Com a Câmara Municipal cheia de políticos deu-se a nova filiação do ex-deputado Gilvan Freire. Congresso Sertanejo, título dado ao encontro. O povão presente admirava-se com os discursos ensaiados das estrelas peemedebistas que, cada um ao seu estilo proclamava melhores dias para o Estado. Gilvan, que outrora brigou e falou montes de Zé Maranhão, volta a ser porta-bandeira do esquema peemedebista. Enquanto políticos brigam, fazem as pazes, e lutam desesperadamente pelo poder, nós, simples mortais ficamos a mercê da violência, da impunidade, da falta de educação, da falta de remédios nos hospitais, e do desemprego. Mais cedo ou mais tarde, chegarão os candidatos do partido contrário com uma novidade e farão outra demonstração de força, e discursos outros acontecerão, para deleite da platéia ignara. Assim caminha a politicagem no nosso Estado, aliás, tão sofrido e tão explorado pelos aproveitadores da boa fé do povo. 

    * Nestes meses de setembro/outubro a onda de arrombamentos, homicídios, furtos, assaltos, passou dos limites. Se é que isso tem limite. E o conversê dos homens da Secretaria de Segurança é o mesmo de sempre: o contingente da polícia é insuficiente, o armamento está obsoleto, faltam viaturas, etc., etc. A verdade é uma só, estamos diante de uma tempestade de violência e não se sabe quando terá fim. A educação, muito longe de ser a ideal, o desemprego continua em níveis elevados, e, para completar, a corrupção na política parece ser interminável. Quem devia dar exemplo (os congressistas) pratica todo tipo de falcatruas, Em Patos somente uma reza muito forte acabará com essa onda de crimes que se instalou entre nós e sem pedir licença. Resta apelar para as autoridades e lembrar-lhes que pagamos os impostos para termos no mínimo um pouco segurança. Já que, as forças celestiais parecem não ouvir os nossos reclamos.

  * Raniere Soares sempre foi um dos mais fervorosos defensores do esquema peemedebista em Patos. Mas, ultimamente, anda desencantado com o partido que tanto ajudou a ser o que é hoje. É, inclusive, fundador do PSL em Patos, partido que esteve lado a lado com o PMDB nas campanhas vitoriosas de Nabor Wanderley, atual prefeito de Patos. Soares era assessor de Gabinete da prefeitura, mas, inexplicavelmente, viu o seu salário ser excluído da folha de pagamento da edilidade. Não gostou. Aliás, ninguém quer ver o seu nome na lista dos excedentes de qualquer repartição. Raniere lembrou que em épocas de vacas magras o PMDB patoense chegou a usar 13 celulares de sua propriedade na campanha em que Nabor derrotou Duneudes. “Acho que merecia mais consideração”, afirmou o ex-porta-estandarte do grupo Motta em Patos. A política é sempre fomentadora de grandes atritos. Toda vida foi. Fui.

    *  Há 90 dias desapareceu do nosso meio o fotógrafo Waldemar da Costa, o Michel do Foto, como era conhecido. Um dos pioneiros do ramo da fotografia na Rainha das Espinharas. Michel chegou a Patos nos idos dos anos 60 para fazer a cobertura da inauguração do hotel JK. Apaixonou-se pela cidade, pela professora Mariinha, e, desta união nasceram dois filhos: Márcia Souto e Marcos Antônio. Virou patoense. Era figura de destaque em nossa sociedade, em todos os acontecimentos em que envolvia a presença da nata patoense, lá estava ele registrando tudo, e a historia de Patos tem tudo a ver com o trabalho desse brilhante profissional. Aos oitenta anos, a morte, que não perdoa ninguém o levou, deixando uma lacuna enorme entre os profissionais da fotografia, como também, aos amigos e familiares. Michel foi um exemplo de humildade e de honradez. Pacato a toda prova jamais se envolveu em questiúnculas quaisquer - políticas, religiosas, esportivas, etc. Sempre foi conciliador, seu lema sempre foi somar amigos, dividir, jamais. Que no andar de cima, esteja em paz.  

VIEIRINHA CADA VEZ MAIS FORTE

      Vieirinha andou Estado afora em busca de apoio para a sua campanha a deputado federal em 2010. Na região das Espinharas com a saída de Gilvan Freire do esquema cassista o caminho se alargou para o postulante do PP rumo ao Congresso Nacional. Em Patos, quem é vermelho vota em candidato vermelho, quem é amarelo vota em amarelo. O radicalismo é exacerbado. E, Vieirinha vem costurando alianças também fora do sertão, fortalecendo assim, a campanha que já se prenuncia vitoriosa. O único representante do Partido Progressista em Patos recebe total apoio da cúpula do partido em todo Estado, gerando, com isso, uma expectativa muito grande em torno das suas pretensões. Vieirinha, atualmente é suplente de deputado federal e, mais experiente, pretende, se eleito, desenvolver um projeto que irá trazer grandes benefícios para toda região sertaneja em se tratando de emprego e renda. E Patos ganhará muito com a chegada de representantes da terra na Câmara dos Deputados. Isso é o que deseja toda população patoense. Lembrando Gilberto Gil: “a fé não costuma falhar”.

O ODOR DA FUMAÇA

   As pesquisas feitas em relação à campanha para governador vêm dando Ricardo Coutinho na cabeça. Isso está mexendo com muita gente que espera voltar a usufruir das benesses governamentais. É que, Cícero Lucena é o candidato do PSDB, e não vem obtendo boa aceitação perante o eleitorado paraibano, pelo menos até agora não decolou. E a galera desempregada espera voltar à cena administrativa, e, para os esperançosos, somente com Ricardo, seria possível à volta, e isso tem levado a loucura os muitos que estão nessa fila. A turma do Zé está mais tranqüila, espera somente o desfecho do outro lado para saber realmente quem vai enfrentar em novembro do próximo ano (segundo turno). Do lado tucano não vai ser fácil unir Cícero e Ricardo, num provável segundo turno; o prefeito de João Pessoa fez, através de denuncias, com que Cícero fosse parar nas garras da Policia Federal. E isso deixou feridas incicatrizáveis no tucano. Não vai ser moleza essa desejada união do PSB com o PSDB. Muita fumaça paira no ar; e com muito cheiro ruim.

MEDIDA JUSTA

      O secretário de Segurança Gustavo Gominho baixou portaria proibindo o uso de armas por parte dos servidores administrativos da Polícia Civil. E, eles (os não policiais), não poderão exercer a função de policial. Medida mais que justa. Cada macaco no seu galho. Escrivão é escrivão, motorista é motorista e policial é policial. Servente, idem. Em muitas cidades do interior qualquer funcionário da segurança, se porta como policial, muitos deles querem ser os donos da cocada preta. Alguns bebem. E bêbados, ameaçam a população inculta, pobres indefesos e, principalmente, mulheres solteiras. Com esta medida saberemos quem é quem e teremos condições de mostrar para as autoridades as possíveis infrações cometidas por esses agentes públicos, simplesmente, funcionários administrativos e não policiais. Em Patos há muita gente que passa por policial, mas na verdade não passa de impostor. Está na hora de moralizar de vez a nossa policia. Pagamos os impostos para termos uma policia de verdade, só assim teremos condições de sonhar com uma terra sem conflitos. 

  

 

 

   INFELIZMENTE

         A atual Câmara Municipal de Patos transformou-se numa das piores que o município conheceu. A coitada da gramática é sempre sacrificada na hora das sessões, há vereadores que mais parecem índios que nunca freqüentaram escola. Vereadores há que, há mais de um ano do término do mandato do atual presidente, juram de pés juntos que irão votar novamente favorável a permanência do CACIQUE no poder; agem como se fossem subalternos puxando o saco do comandante maior. Denuncias há, e a população patoense precisa ficar a par dos acontecimentos, afinal é quem paga tudo. O chefe da Casa tem que manter o equilíbrio e deixar que as investigações aconteçam dentro de um clima de tranqüilidade, pois se nada há a temer, não há porque ficar com os nervos a flor da pele. Depois dos espetáculos cênicos, alguns personagens circenses usam os gravadores das emissoras de rádio para tentarem encobrir as palhaçadas cometidas. Patos é conhecida lá fora como uma cidade universitária, e ter uma Câmara onde 40% são analfabetos funcionais, é digna de ser chamada de a cidade campeã dos paradoxos. É pena que não tenha uma imprensa independente para mostrar essa vergonhosa realidade. Se tivesse...

JANTAR DO CONTRA - ACORDO

     Oe vereadores de Patos entraram de recesso (15 dias) para gozar as delícias da Festa de Setembro.  Após a reunião que antecedeu a folga, alguns vereadores: Marcos, Sales, Peteca, Raniere, Edmilson, Ivanes, e Zefinha foram empanturrar-se num jantar na casa do idolatrado Inácio de Gelo; e Marcos Eduardo foi uma espécie de mestre de cerimônia; os convites (por telefone) foram feitos por ele. Só que, “esqueceu” de convidar os vereadores Zé Mota e Almir Mineral. Lá, surgiram vários comentários em torno da eleição para presidente da Câmara que deverá ser antecipada para janeiro de 2010. A partir daí, Eduardo (contrariando um dos princípios mais elementares da convivência humana: a palavra empenhada), achou que não haveria porque cumprir o acordo feito entre eles (os vereadores), e anunciou que irá novamente sair candidato a presidente da instituição. Esse acordo, ora quebrado por Marcos, foi mostrado a toda população patoense através de um programa jornalístico da Rádio Itatiunga da cidade de Patos. “O poder é afrodisíaco”. Cinco dos onze vereadores já se manifestaram a favor das pretensões do atual mandatário da instituição: Peteca, Sales, Raniere, Chico e Zefinha. Quem serão os Judas? Em janeiro vamos saber.

TRISTE SETEMBRO

     Setembro, mês do fatídico ato terrorista atribuído a Bin Laden. Aconteceu neste dia 29/09, uma das mais polêmicas sessões realizadas na Câmara Municipal de Patos. O debate é salutar entre parlamentares e deve haver sempre, mas o espetáculo deste dia foi horripilante. Edmilson Araújo e Almir Mineral fizeram uso da tribuna para mostrar ao povo um punhado de absurdidades, segundo eles, cometidas pelo presidente da Casa. Mostraram, com documentos em mãos, as supostas arbitrariedades (relativas a superfaturamento) cometidas. Entre elas: despesas elevadíssimas com flores, lava-jato, combustíveis, cantina da Casa, compra de vidros..., entre outras. Daí então a coisa desandou para os insultos. O presidente da Casa, intempestivamente, e em voz alta afirmou ser candidato a reeleição e desafiou o vereador Ivanes a ser seu concorrente. E com palavras ásperas e ofensivas acusou a família do médico-vereador de ter “derramadores” de sangue. Depois de, também, fazer acusações a família Mineral, Marcos, à la Sarney, encerrou o seu discurso; e a coisa terminou nos enfadonhos apartes, e ficou tudo para os próximos capítulos.

OUTRAS

   *  Durante a tumultuada sessão do faroeste (brasileiro), o vereador Zé Mota declarou que devido ao acordo feito e não cumprido, quanto a não reeleição do atual presidente Marcos Eduardo, Não cerrará fileiras ao lado do mandatário da Casa. Mota afirmou que: a palavra empenhada e não cumprida desmoraliza o homem, principalmente se for político. São quatro os vereadores (Edmilson, Ivanes, Mota e Almir) que se rebelaram em virtude do descumprimento do acordo feito perante a toda sociedade de Patos. Hitler, Fidel, Chaves, Stálin, Mussolini, Vargas, Marechal Tito, Pinochet, qual destes governantes insistiu mais em permanecer no poder? Pelo visto, há no meio dos nossos vereadores quem se compare a muitos destes senhores. Permanecer no cargo, a custa de conchavos, às vezes, inenarráveis demonstra que a democracia é cheia de defeitos, pois permite que determinados atos sejam praticados, e os praticantes fiquem impunes. Assim é o nosso sistema.

           *  Está sob suspeita a fidelidade de alguns vereadores a Marcos Eduardo-PMDB. Peteca, do esquema de Dinaldo, se diz eleitora do presidente. Zefinha, filiada ao PSDB do deputado, também se diz eleitora de Marcos. Chico Bocão mantém “fidelidade canina” ao esquema Mota, mas está sempre do lado contrário ao que Zé Mota está. Em estado de neutralidade, somente o petista Edileudo. Uma pergunta fica no ar: Por que Zefinha, irmã do candidato a vice-prefeito da chapa de Dinaldo que foi derrotada por Nabor-PMDB, é tão fiel ao presidente? Dizem que Vicente estava por “trás” da construção (...) da sede da Câmara. Quais os motivos que levam Peteca (dinaldista) defender com tanto ardor a reeleição de Marcos? Segundo fontes, recebe “ajudas importantes” do legislativo. E por que o Divino vive limpando a poeira do sapato presidencial? Hoje, é o arauto da presidência, amanhã poderá e ser o Judas da eleição. E a Câmara cheia de Cenobitas. Em Patos, o conversê gira em torno de eleição todos os dias. Viva a democracia.

      *  Repercutiu bastante o pronunciamento do vereador Edmilson ( dia 29) que girou em torno da compra de FLORES feita pela administração da CÂMARA para o programa de Modernização do Processo Legislativo. O que está escrito no Sagres do Tribunal de Contas: Importância que se empenha para o pagamento de FLORES para a nova sede da Câmara Municipal de Patos, conforme nota fiscal anexo. Nome do credor: Laerte Carlos da Silva - CPF/CNPJ: 06115454000194. Data: 28/01/2009. Importância: 7.923,50. Modalidade: sem licitação. Portanto, o vereador não estava mentindo, as suas afirmações foram baseadas no que está escrito no documento exposto pelo Tribunal de Contas do Estado - Sagres On Line. A população tem a obrigação de ser bem informada para não sair por aí repetindo inverdades ditas por políticos espertos demais. Cabe ao presidente da Câmara explicar ao povo, através de documentos, a licitude da operação em questão. Patos tem que aprender a conviver com o contraditório, pois a política também é a arte dos contrários.

       *  Quando do rebuliço acontecido no Senado Federal, toda a imprensa brasileira fez reportagens e comentários diversos sobre o caso. Meses se passavam, e o caso na mídia. Em Patos as coisas são diferentes. Jefferson Saldanha, locutor-reporter da Rádio Itatiunga levou para o departamento em que trabalha uma reportagem sobre os fatos (brigas) acontecidos na Câmara Municipal. Foi barrado. Segundo Jefferson, o diretor do departamento de jornalismo avisou-lhe que o prefeito havia telefonado e avisado que não noticiasse nada que contivesse relação com a briga da Câmara, principalmente, noticias que agravasse a situação de Marcos Eduardo. Censura. Passaram-se semanas e o caso foi camuflado entre as paredes da citada emissora. Isso não é democracia. Resta saber se realmente o prefeito passou essa ordem para os seus subordinados. E no Centenário Café todo mundo ficou sabendo desse caso que envolveu o radialista. Buchicho a vista.

DEPUTADO

        Monaci Dantas, secretário geral do PPS da Paraíba vem reunindo várias lideranças em torno da sua futura candidatura a deputado estadual. Em Patos já somam ao seu projeto lideranças comprovadas através do voto. Ex-vereadores, suplentes, líderes comunitários, entre outros. Monaci tem base eleitoral em vários municípios sertanejos: Patos, Paulista, Malta, Condado, Vista Serrana, Mãe-d’àgua, São Bentinho, Pombal... Na região brejeira, Monaci também conta com muitos apoios importantes. Jovem, mas com bastante experiência, foi vereador, presidente da Câmara Municipal de Vista Serrana, prefeito da mesma, e, seguindo orientação da experiente deputada Socorro Marques (mãe), com certeza, será um legítimo representante de Patos na Assembléia e, conseqüentemente de todo sertão paraibano. Patos precisa renovar. Monaci é filho do município de Patos e surge como uma opção a mais para o eleitorado paraibano. Precisamos dar crédito às novas lideranças que estão surgindo e, principalmente, aquelas de conduta ilibada. O ex-prefeito reúne essas qualidades. E Patos irá ganhar um parlamentar de respeito, um legislador inteligente e de capacidade comprovada.

 

A STTrans realizou o recadastramento dos mototaxistas da cidade de Patos

(Assessoria)

A STTrans realizou o recadastramento dos mototaxistas da cidade de Patos, esse processo foi feito na sede da STTrans, onde os condutores  comparecerem para  regularem a situação munidos da xérox da habilitação (CNH), comprovante de residência, documentação da moto, e o alvará. O intuito desse recadastramento é fazer um balanço do número de mototaxistas que ainda continuam circulando. Atualmente na cidade de Patos existem pouco mais de 700 mototaxistas legalizados na cidade, o STTrans fez o recadastramento até o dia 9 desse mês, para isso dividiu os as praças de motos, para que cada praça tivesse o seu dia de recadastramento. No primeiro dia do mês foram recadastrados os mototaxistas das praças: Igreja Batista, Alimentação e Dom Pedro Segundo; Dia 2 foram recadastradas a Rodoviária, Algaroba, Fernando Soares. Na segunda feira dia 5, foram recadastradas as praças do Hospital Regional, Campal e Coletoria; Terça dia 6, foi a vez do Bingão do Prado, Bivar Olinto, Rosinha, INSS, M. São Sebastião; Quarta-feira, dia 7, Posto Piancó, CSU, Mercado Velho, Banco do Nordeste; Quinta, dia 8, Noé Trajano, Bar da Pedra, Hospital Infantil e São Bento. Sexta, dia 9, Centro de Treinamento, São Sebastião, Salgadinho e Mão de Onça. “Uma grande inovação desse recadastramento foi que, no ato o pedido pôde ser feito através de email, telefone e qualquer forma de contato para fosse possível uma comunicação mais rápida e segura, para que nenhum dos trabalhadores ficassem sem fazer o recadastramento, e conseqüentemente, chegasse a perder o direito de trabalhar como mototaxista na cidade de Patos”, afirmou o coordenador dos transportes Abraão dos Santos.

 

Todas as matérias aqui divulgadas são de responsabilidades do Taflóde  

 

 

 


Publicidade
Publicidade

Comentários

O utilizador reconhece e aceita que o PATOSONLINE.COM, apesar de atento ao conteúdo editorial deste espaço, não exerce nem pode exercer controle sobre todas as mensagens. O PATOSONLINE não se responsabiliza pelo conteúdo de mensagens publicadas no mural ou comentários de postagens.


Saulo

Saulo

18 de novembro

Fico triste porque com tanta tecnologia que temos nesse seculo 21, o patos online.com, ainda não consegue editar a págima do TITITI do Tafloide, com charges tão criativas e que chamam a atenção de qualquer leitor.

Saulo

Saulo

18 de novembro

Fico triste porque com tanta tecnologia que temos nesse seculo 21, o patos online.com, ainda não consegue editar a págima do TITITI do Tafloide, com charges tão criativas e que chamam a atenção de qualquer leitor.