comentários  

10 de janeiro de 2017, 08:36

Secretário da Administração Penitenciária diz que caso do Presídio de Patos é diferente dos demais do país


O Presídio Regional de Patos, Romero Nóbrega, está em clima de tensão, após a morte de dois apenados e uma princípio de tumulto neste domingo.

No domingo presos tentaram quebrar a parede de uma cela para adentar a outra ala, mas foram controlados pelos agentes.

Os familiares dos detentos estão preocupados temendo um novo tumulto e mais mortes dentro do presídio.

O secretário da Administração Penitenciária da Paraíba, Wagner Dorta, desmentiu que haja alguma ligação da rebelião ocorrida na penitenciária de Patos, na última quarta-feira (04), com facções do Peru e com a rebelião que ocorreu em Manaus esta semana.

Em entrevista nesta quinta-feira, 05, o secretário explicou que o caso de Patos é diferente do que aconteceu no Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj).

– Não vejo nenhuma relação com o que aconteceu em Patos, em que um preso armado, algo que está sendo apurado em inquérito policial e administrativo, efetuou disparos contra quatro detentos, onde dois morreram e outros dois estão no hospital.

 

 

Fonte - PBagora  


Publicidade
Publicidade

Comentários

O utilizador reconhece e aceita que o PATOSONLINE.COM, apesar de atento ao conteúdo editorial deste espaço, não exerce nem pode exercer controle sobre todas as mensagens. O PATOSONLINE não se responsabiliza pelo conteúdo de mensagens publicadas no mural ou comentários de postagens.