comentários  

05 de fevereiro de 2013, 08:46

O CRIME DO DESPERDÍCIO


Falta de consciência por parte da população patoense é simplesmente a palavra correta atualmente, com relação ao uso da água. Enquanto as chuvas não chegam e as previsões são drásticas para o próximo trimestre em toda região, a população desconhece e continua não só usando nos afazeres de casa como muito mais em desperdício desnecessário. A rotina continua a mesma nas lavagens de carros, calçadas, afora os jardins, construções, leitos das ruas para baixar a poeira e por ai vai sem limite e muito menos sem nenhuma proibição. Até porque, não existe por parte da Cagepa nenhuma norma que passe a fiscalizar e punir os infratores. Para a empresa, pelo visto, quanto mais se gasta melhor para seus cofres que com tanta arrecadação, mesmo assim, sempre foi e continua falida.

Os grandes reservatórios estão praticamente secos em quase toda região sertaneja fato do conhecimento de todos e mesmo assim, criminosamente, água pura e tratada é a cada dia em nossa cidade e região desperdiçada, enquanto na zona rural já começa faltar até para os humanos. Animais em muitas propriedades já não existem mais e tem contribuído juntamente com a falta de pasto para uma mortalidade de fazer cortar coração. Então, está mais do que na hora das autoridades da referida empresa deixar mais de pensar em faturar e procurar fiscalizar e punir quem está desperdiçando água, um bem essencial para a sobrevivência de todos.

Às custas da miséria

Sem medo e errar e muito menos de pecar. Pelo visto 99,9% da classe política adora o alto índice de miséria, alto índice de criminalidade e enfim tudo de ruim. Pois, são justamente dessas pessoas que através de esmolas que conquistam seus votos e lhes mantém no poder com todas as mordomias e nas orgias darem belas risadas às custas dos babacas como tratam os miseráveis que lhe conduziram para o trono. Sempre foi assim e é assim que o povo gosta. Reclamam, levam porta na cara, são humilhados mas, quando se aproximam o pleito, procuram justamente estes paracarregar nas costas, aplaudir e passa a lhe vê acima de Deus. Que povo é esse, meu Deus?

Resolveria?

Todo dia se mata gente em Patos, Campina, João Pessoa e, enfim, em todos os lugares. E esse índice só cresce e o instrumento mais usado pelos matadores tem sido motos com placas frias e seus ocupantes com capacetes pretos para não serem reconhecidos. Então, se o capacete tem sido o instrumento tão fácil para esse tipo de crime porque os políticos já não apresentaram na Câmara e no Congresso uma Lei para que todo esse tipo de capacete seja recolhido e passe a vigorar o uso de um capacete com fibra resistente e transparente. Não acham que esse índice cairia? Pior que os políticos não têm o mínimo de interesse nisso. Concordam?

Parabeniza

A coluna parabeniza a jovem e dinâmica juíza Juliana Duarte Maroja, atualmente, lotada na comarca de Campina. Em sua passagem por Malta, não só realizou um brilhante trabalho como também reivindicou e participou da inauguração do novo Fórum. Passou também pelas comarcas de Catolé do Rocha, Patos e Itaporanga. Em todas agiu como manda a Lei e saiu recebendo elogios de todos os segmentos da sociedade. Que venham outras Julianas que no exercício da sua profissão, sempre soube agir e agradar ambas as partes sem aquela arrogância desnecessária de tantos. Desejo-lhe sucesso e mais sucesso assim como tantos que da mesma forma desejariam lhe transmitir essas mesmas palavras pessoalmente.

Tem espaço para todos?

O ex-prefeito Nabor Wanderley já anda ocupando espaço na mídia local deixando bem claro que vai postular uma vaga para a Casa de Epitácio Pessoa no próximo pleito. Isso é o que ele está dizendo. Resta saber se o diretório local do PMDB vai dar legenda para ele, sua ex- esposa Ilana Motta e Ivânio Ramalho. Pois, pelo o que se tem notícias, Ilana pretende ocupar a vaga deixada por sua mãe, a atual prefeita Francisca Motta e Ivânio Ramalho, que tanto já renunciou em pró dos outrosconfidenciou a uma fonte sua pretensão de retornar ao Legislativo Estadual. Por sinal, espera contar com apoio e lealdade de toda cúpula peemedebista. Lealdade?

Polivalente da comunicação

O comunicador Paulinho Lima, da Rádio Cidade Morena, está de parabéns. Acaba de ser aprovado no último vestibular da FIP para o curso de Direito. No rádio, domina do campo esportivo ao jornalismo e agora pretende galgar mais um degrau que é concluir seu curso de direito e dar show na área penal que anda tão carente, não só em Patos como em toda região.

Na política, tentou. Quando as pesquisas lhe mostravam na proximidade do pleito, certo a uma cadeira para o nosso Legislativo, foi engolido pelos os próprios correligionários que não tinham nenhum interesse em sua eleição. Comenta-se que investiram pesado no seu eleitorado, com medo que o mesmo lá chegasse e não se curvar-se como antecipadamente, já estão vergonhosamente fazendo 90% dos estreantes parlamentares mirins. Só balançando a cabeça como lagartixa em detrimento de grupos políticos. Então, acredita-se que Paulinho foi vítima dos seus próprios "aliados".

Quer ser bom morra

Os mesmos que taxavam o médico Rivaldo Medeiros, falecido recentemente em nossa cidade nos períodos das campanhas, de bruto, ignorante e antipovo, no seu velório estavam lhe taxando de humilde, simples, bondoso e por ai vai. Veja que tamanho chega a hipocrisia dessa gente, meu Deus. A postura de Rivaldo Medeiros todo mundo sabia. Era uma só. Fechado, integro, cumpridor acima de qualquer um de suas obrigações (honesto) e de uma só palavra. Não tinha meio termo com ele. Nunca soube bajular e nem tão pouco passar a mão na cabeça de ninguém. Enquanto sua primeira esposa de saudosa memória, Dra. Geralda Freire Medeiros era aquela pessoa simples e acima de tudo carismática, ele, Rivaldo tinha uma só personalista. E haja hipocrisia!!

Fazendo o que sabe

Depois de alguns anos afastado está de volta ao rádio o jornalista Mário Frade. Volta, para justamente onde mais lhe projetou profissionalmente que foi a Rádio Espinharas. Apesar de poucos dias, olhe que a audiência de seu programa já atinge muito acima do esperado. No campo da comunicação o que Mário não domina bem?

Catingueira

Em Catingueira, a população juridicamente não é mais administrada por Edivan Félix responsável por vários escândalos administrativos, mas, de fato ele continua dando as ordens. Pelo que fui informado, o atual prefeito só balança a cabeça e ele Edivan dita as regras. Finalmente, o que mudou?

API

Sempre que passa pela Presidência da API (Associação Paraibana da Imprensa), tem se dado bem. A referida presidência até certo ponto, sempre serviu de escada, para que seu mandatário ocupasse importantes cargos públicos de confiança, a exemplo da atual presidenta, Marcela Sintônio, que acaba de desembarcar no TJ como Diretora de Informação Institucional com um salário tentador. E para os demais membros da API, o que sobrou??

"Sindicato"

Já que falei no tópico acima na API, muitos sócios do Sindicato dos Jornalistas Profissionais da Paraíba, insatisfeitos com a política do mesmo para com o interior, já estão se mobilizando juntamente com muitos recém-formados pela FIP para criarem o Sindicato dos Profissionais do Sertão e Região. Também, estão abraçando esta causa os filiados da API, que da mesma forma só são vistos pelos candidatos nas épocas de campanhas. Alias, API e Sindicato/jornalistas não existem para o Sertão. Só querem mesmo os votos e depois tchau. E nós sempre bestas, e assim vamos continuar.

Balanço

A prefeita Francisca Motta (PMDB) reuniu imprensa e secretariado e fez um balanço dos seus 30 dias a frente de nossa administração. Achou positivas as ações e cobrou de alguns secretários mais agilização nos projetos em andamento. Engraçado. Algumas coisas do seu governo acho parecidas com as do ex-prefeito Rivaldo Medeiros. Que acordava cedinho e sem nada avisar, fiscalizava pessoalmente todas as obras. Tem que ser assim. 

Nas duas

O jornalista Claudio Paschoal, que por muitos anos fez sucesso no jornalismo da Princesa FM do grupo Dinaldo Wanderley, agora está com tudo na radiofonia da Rádio Espinharas, embora ainda mantenha um programa na anterior. A Princesa FM anda precisando melhorar mais seu jornalismo. Apimentar é uma boa saída. Rádio da situação não é nada fácil de trabalhar. Porém, nas de oposição não falta assunto.

Hospital

Aproveitando a carência de bons hospitais em nosso estado, o empresário Galego Edalmo como é mais conhecido em nossa Patos, está investindo pesado na construção de um moderno hospital em João Pessoa. Pode ter certeza, investindo na hora e momento certo.


Publicidade
Publicidade

Comentários

O utilizador reconhece e aceita que o PATOSONLINE.COM, apesar de atento ao conteúdo editorial deste espaço, não exerce nem pode exercer controle sobre todas as mensagens. O PATOSONLINE não se responsabiliza pelo conteúdo de mensagens publicadas no mural ou comentários de postagens.