comentários  
  

19 de dezembro de 2011, 11:04

Tumulto em presídio de Patos: apenados se enfrentam e saem feridos por arma branca


Na manhã desta segunda-feira, apenados que cumprem pena no Presídio de Segurança Máxima Romero Nóbrega, se envolveram em uma confusão.

O fato se deu por volta das 9:00h no setor interno da unidade. Apesar da solicitação da Policia Militar não foi preciso à intervenção do “Choque” da PM no tumulto generalizado.

A própria direção em companhia de agentes penitenciários conseguiu controlar a situação que teve como saldo quatro apenados feridos por arma branca.

Entre os feridos, que foram socorridos pelo SAMU ao Hospital Regional de Patos, Francisco Kleber Trindade (25 anos), Tiago Tavares Lima (23), Breno Vieira Medeiros (22) e Francisco de Assis Trajano (20), sendo o mais lesionado.

O motivo da violência pode estar ligado a grupos rivais dentro do próprio presídio.

De acordo com informações, revistas constantes estão acontecendo  no Romero Nóbrega embora autoridades admitam que ainda não é suficiente para evitar a presença de objetos que possam ser utilizados como armas mas que o trabalho vai continuar.

Após o incidente uma varredura aconteceu para evitar mais problemas. Sobre o histórico criminal dos presos envolvidos a direção não repassou ainda a imprensa maiores detalhes.

Tenente Fernanto 3o. BPM

Ouça o Tenente Fernando do 3º. BPM, que traz mais detalhes sobre o ocorrido.

Da Redação: Marcelino Neto


Publicidade
Publicidade

Comentários

O utilizador reconhece e aceita que o PATOSONLINE.COM, apesar de atento ao conteúdo editorial deste espaço, não exerce nem pode exercer controle sobre todas as mensagens. O PATOSONLINE não se responsabiliza pelo conteúdo de mensagens publicadas no mural ou comentários de postagens.


jatoba

jatoba

24 de dezembro

esse diretor estenio dantas do presidio de patos; nao tem vergonha na cara de ir pras radios de patos dizer que vai meter bala nos presidiarios e se tivesse um familiar dele la dentro do presidio ele iria dizer a mesma coisa....

Andre

Andre

24 de dezembro

NO DIA 9-11-2009 NA PONTE DO FIGUEREDO ESSE TIAGO LEVOU UM BOCADO DE TIRO.MALDITO SEJA QUEM ERROU.ERA PRA TER ACERTADO TODOS.

PEDRO HENRIQUE

PEDRO HENRIQUE

22 de dezembro

QUEM TE VIU,QUEM TE VER TIAGO.O FIM DOS BRABOS E ESSE E FELIZ OS MANSOS E HUMILDE DE CORAÇAO.VOCEIS DESSA FAMILIA NAO TAO VENDO QUE A FAMILIA DE VOCEIS ACABOU?UNS MORTOS,OUTROS PRESOS E QUANDO SAIREM TAO ARRISCADO MORRER.ISSO NAO E VIDA.VAO REZAR E PEDIR A DEUS A MAO DA PROTEÇAO DIVINA.FICAM TUDO NA CADEIA NAO VEEM NEM OS FILHOS SE CRIAREM.

kasinho

kasinho

22 de dezembro

familia bala .ou de burracha.

....

....

20 de dezembro

É isso aí Estênio parabéns pelo excelente trabalho!! vagabundo é pra ficar sem regalia.

vida loka irritado

vida loka irritado

20 de dezembro

a familia mais repeitada de patos e a familia BALA, se vcs nao respeitam essa familia passe a respeita a familia bala, escreveu nao leu a bala comeu, AMO ELES FAMILIA BALA PROTECAO DIVINA FAMILIA BALA AM0 ELES A FAMILIA TODINHA.

vida loka

vida loka

20 de dezembro

senhor direto vai pras radios de patos dizer que ai no presidio romero nobrega tem lei em quanto ele mesmo libera algumas dos apenados pra sair pras ruas se diverti e quando e autas horas os apenados retornam para o presidio, sera que o direto do presidio romero nobrega recebe propina dos apenados que tem dinheiro, isso e uma vergonha para nossa cidade de patos para nois patoenses que votamos no governador para colocar como um diretor do presidio de patos um inresposavel.

victão

victão

20 de dezembro

Rapaz muita gente fica reclamando do trabalho do diretor, quem reclama é um monte de vagabundo que não tem o que fazer...
Rapaz vcs querem o que??? que os apenados fiquem em uma rede com um cigarro de maconha e um rãdio escultando BoB MARLEY, RAUL SEIXAS, se o diretor ta mostrando serviço, Parabéns vai com garra.

jatobá

jatobá

19 de dezembro

esse thiago parece que é filho de gato e tem 7 vidas
ou tem parte com o diabo...

....

....

19 de dezembro

Isso não foi rebelião.Foi briga de faccão,fato normal que acontecem em qualquer presídio.